O desespero dos encarregados de educação na procura dos manuais escolares

12/09/2017 07:47 - Modificado em 12/09/2017 07:50
| Comentários fechados em O desespero dos encarregados de educação na procura dos manuais escolares

 

A compra de materiais escolares, sobretudo dos manuais, não tem sido tarefa fácil para os encarregados de educação que se sacrificam para que os educandos cheguem às aulas com todos os materiais escolares necessários.

Falta menos de uma semana para o arranque do ano lectivo, contudo, vários manuais ainda faltam nas livrarias.

Na cidade da Praia e um pouco por todo país, é comum ver filas de pais e alunos nas livrarias para comprarem os manuais e outros materiais didácticos. O atraso na chegada dos materiais é uma dor de cabeça para os pais.

Na Livraria Académica, o NN falou com Sónia Cardoso, uma mãe que disse que a sua deslocação às papelarias no Plateau foi em vão pois não encontrou os manuais do 4º e 5º anos.

Carlitos Mendes disse ter procurado os livros do quarto ano por todas as papelarias mas sem sucesso. “Todo o ano é a mesma situação. É uma correria para comprar os materiais escolares. Ficamos desesperados porque não queremos que os nossos filhos cheguem às aulas sem os livros”.

“Há mais de duas semanas que saio à procura dos livros para os meus dois filhos estudantes e, até agora, nada. Os recursos são escassos pelo que quando conseguimos o dinheiro temos de comprar para não desviarmos o destino do dinheiro”, acrescenta Marina.

 

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.