Chuvas: quando o tecto cai

1/09/2017 02:19 - Modificado em 1/09/2017 02:19
| Comentários fechados em Chuvas: quando o tecto cai

“A chuva amiga” não tem sido muito amiga, isto quando levamos em conta o problema dos tectos degradados de São Vicente. A questão é uma realidade, com notícias de tectos que caíram durante as chuvas. Um dos casos aconteceu em Espia. Em conversa com Badiss, vítima do desabamento de teto, em Espia o mesmo conta o que aconteceu e o seu sentimento.

O compartimento onde o tecto desabou era um quarto mas, “felizmente, não havia ninguém lá dentro”. Como conta, tinha saído no momento e um barulho chamou a atenção dos vizinhos que o chamaram dizendo que algo tinha caído. “Quando entrei em casa, tinha vindo tudo abaixo”.

Foi um sentimento de alívio já que não havia ninguém em casa no momento, caso contrário, poderia ter terminado em tragédia, pois ele vive com o filho em casa. Como revela, é uma situação complicada já que queria ver a situação resolvida mas estava à espera de ajuda.

“Já tinha dado o nome para que pudessem concertar o tecto, mas demorou muito tempo e a ajuda não chegou a tempo”.

Depois do acidente, uma equipa da Câmara esteve no local onde tomou conhecimento da queda e do estado em que a casa ficou. “Vieram, tomaram nota e penso que vão elaborar um orçamento para concertar o tecto”. Espera que dentro de pouco tempo possa ter um tecto em condições.

Para Manuel, as obras não vão ficar apenas no quarto onde o tecto caiu, mas têm de ser alargadas para outros quartos onde o tecto inspira cuidados, pois há algum perigo se se continuar na mesma situação. Neste momento, com as chuvas, o quarto vai ficar à espera de obras. Enquanto isso, o receio é o da penetração da água dentro de casa através do tecto que caiu e esperar que nada de mais aconteça com os outros compartimentos.

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.