João Manuel Varela recebe a título póstumo a Medalha de Primeira Classe de Mérito

25/08/2017 03:18 - Modificado em 25/08/2017 03:18
| Comentários fechados em João Manuel Varela recebe a título póstumo a Medalha de Primeira Classe de Mérito

João Manuel Varela recebe a título póstumo a Medalha de Primeira Classe de Mérito, em família Djom, em pseudónimo Timóteo Tio Tiofe, G.T. Didial, principalmente, João Vário, será homenageado pela Editora luso-cabo-verdiana Rosa de Porcelana, no dia 01 de Setembro na ALAIM, Mindelo, São Vicente.

O Presidente da República de Cabo Verde atribuirá, neste acto de homenagem a João Manuel Varela (enquanto académico, cientista e homem de cultura), a Medalha da 1ª Classe de Mérito, a título póstumo.

João Manuel Varela nasceu na cidade do Mindelo, viveu muitos anos na Europa, sobretudo, na Bélgica, onde fez doutoramento em medicina pela Universidade de Antuérpia. Leccionou no ISECMAR entre finais da década de 1990 e os primeiros anos deste século. Faleceu em Agosto de 2007, na cidade que o viu nascer, vítima de doença prolongada. “João Vário”, como também era conhecido, contava 70 anos de idade.

Poeta, contista, romancista e ensaísta, como escritor, J.M. Varela usava como pseudónimos João Vário e Timóteo Tio Tiofe (poesia) e G.T. Didial (ficção e ensaios). A sua obra, em especial a poética, é considerada pela generalidade da crítica como uma das mais complexas e ricas produzidas por um criador cabo-verdiano.

Estudante lendário de Medicina em Coimbra e Lisboa, neurologista com percurso internacional, homem com uma “ética de trabalho protestante” e “raciocínio infinito”, deixa uma obra poética extensa, densa e quase por revelar, das mais importantes na literatura africana de língua portuguesa.

A editora Rosa de Porcelana que baseou o seu nome numa flor típica do arquipélago de São Tomé e Príncipe, foi criada em meados de 2013 por Márcia Souto (cronista) e Filinto Elísio (poeta, cronista e ensaísta) e pretende, apesar das dificuldades de circulação dos livros no espaço da CPLP, publicar autores de todos os países lusófonos e distribuí-los, sempre no mesmo âmbito.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.