Insólito :  deputados municipais do PAICV   defendem vereador do MpD

18/08/2017 07:51 - Modificado em 18/08/2017 07:51

O líder da bancada do PAICV (oposição) da Ribeira Grande de Santiago disse hoje que a estratégia de governação da câmara local “visa beneficiar apenas aos cidadãos que votaram no MpD.

Segundo o líder da bancada municipal do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV), Franklin Ramos, a posição assumida pelos colegas da bancada do Movimento para a Democracia (MpD-poder) representa um “duro golpe para a democracia e põe em causa os mais elementares princípios de um Estado de Direito Democrático”.

Franklin Ramos fez estas declarações durante uma conferência de imprensa para reagir à decisão do presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande de Santiago, Manuel de Pina, de desprofissionalizar o vereador Apolinário das Neves.

Segundo ele, os eleitos da bancada do MpD enviaram uma carta ao edil da Ribeira Grande de Santiago denunciando a entrega de uma obra que um elemento afecto ao PAICV “ganhou por concurso” e que “ameaçaram o presidente da câmara que, caso não desprofissionalizasse o vereador Apolinário das Neves, deixaria de ter confiança” da parte deles e “que não iriam aprovar nenhum documento apresentado” pela edilidade.

“Mas a questão de fundo é bem outra. Tem a ver com a forma familiar de como o poder local vem sendo exercido na Ribeira Grande de Santiago, pelo presidente Manuel de Pina e com as disputas internas, naquele concelho”, acusam os eleitos do PAICV.

De acordo com os eleitos do partido da “estrela negra”, na Ribeira Grande de Santiago, “tudo é feito em função da cor política dos munícipes” e citam um trecho da carta que os representantes do MpD na Assembleia Municipal enviaram a Manuel de Pina, dizendo que o vereador ora desprofissionalizado andava a “favorecer munícipes afectos ao PAICV, como o caso da atribuição de uma obra a um deputado municipal do PAICV, o que consideramos desrespeitoso”.

“As pessoas de Ribeira Grande não merecem um governo local que discrimina e persegue os munícipes”, concluiu o líder da bancada “tambarina”.

 

 

 

 

 

Inforpress

 

  1. César Isabel da Cruz

    E o que é que Mindelo tem a ver com isso?

  2. Seriedade jornalisti

    Ou seja paicv devia pactuar com a tramoia dum vereador caçado por fazer a distinção entre “munícipe do mpd e munícipe do paicv”

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.