JMN chefia missão de observadores da União Africana nas eleições em Angola.

17/08/2017 05:58 - Modificado em 17/08/2017 05:58

O ex-Primeiro-ministro de Cabo Verde chefia a missão de observadores da União Africana nas eleições de 23 de Agosto em Angola. São cerca de 40 personalidades políticas do continente africano, quatro das quais são de Cabo Verde: Pedro Pires, em conjunto com dois Vice-Presidentes do PAICV, Rui Semedo e João Batista Pereira.

De acordo com Neves, citado pela RCV, antes da sua partida para Angola, encontrou-se com o Presidente da República, para dar a conhecer os meandros desta missão.

Este considera pertinente que o Chefe de Estado conheça os enredos desta missão e, ao mesmo tempo, o possa aconselhar. Isto conforme garantiu, os dados já estão na mesa. Estão quase prontos todos os preparativos para esta missão da União Africana.

“Já temos os primeiros dados de uma equipa avançada que fez uma pré-avaliação da situação eleitoral”, conta Neves, nesta que é a sua primeira missão como observador em eleições africanas.

Sobre a credibilidade dos observadores nas eleições, o ex-Primeiro-ministro garante que esta é uma missão que deve ser encarada com muita seriedade e serenidade, uma vez que estarão presentes membros do parlamento africano em todas as formas.

“Com serenidade, responsabilidade e todos devem trabalhar para garantir eleições livres e transparentes e dar garantias a todos os partidos políticos e candidaturas de que as coisas irão acontecer normalmente e que os observadores da União Africana são de todas as sensibilidades”.

 

 

 

  1. Anete Vital

    JMN chefia…
    Qual quê? Dão importância demais a quem não merece, a quem durante 15 anos cometeu injustiças para com mais de metade do seu povo. Por isso, JMN não tem exemplo nenhum a dar e não pode chefiar coisa nenhuma.

    Fica aqui lançado um desafio e peço ao sr. Director deste jornal de não censurar, de permitir o diàlogo dando lugar a comentàrios se não forem insultuosos.
    Jà é hora de ajustarmos as contas pessoas que foram determinadas nas suas tomadas arbitràrias de decisões.
    Agradeço

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.