Moradores da zona de Chã de Alecrim reclamam de lixeira de céu aberto

16/08/2017 02:35 - Modificado em 16/08/2017 12:14
| Comentários fechados em Moradores da zona de Chã de Alecrim reclamam de lixeira de céu aberto

Uma autêntica casa de banho a céu aberto em pleno via principal de Chã de Alecrim tem causado transtornos para os moradores que vivem próximo ao local. Desde a muito que a situação da moradia tem causado problemas para quem mora próximo a ela.

Esta é apenas algumas destas obras inacabadas, que depois são transformadas em latrinas e depósitos de lixo a céu aberto, que existem espalhados pela ilha, e que segundo os moradores, dentro de pouco tempo vai começar a chover. “Se antes das chuvas os mosquitos já começam a proliferar-se, quando chover será pior”.

Além dos mosquitos, o cheiro nauseabundo provocado pelo lixo será insuportável”, garante, morador alegando que será um perigo para as pessoas, principalmente as crianças.

Alguns moradores asseguram que algumas crianças têm invadido uma casa abandonada para brincar no meio do lixo e fazer as suas necessidades fisiológicas.

“Constatamos que alguns miúdos têm entrado na casa para fazer as suas necessidades fisiológicas. E ainda utilizado o local para brincar esconde-escondes. O mau comportamento de certos sujeitos na nossa zona tem influenciado a postura de algumas crianças. O que constitui uma situação de risco para a saúde dessas crianças”, diz um grupo de moradores.

Não obstante as reclamações por causa de algumas destas obras inacabadas espalhadas um pouco por toda a cidade,  uma moradora garante que a autarquia tem conhecimento do caso que constitui um grave perigo para a saúde pública, mas não têm feito nada, uma vez que o presidente da câmara vive perto, a “não ser ele finge não ver”.

Carlos Duarte diz estar indignado com esta situação. “Tem muitos insectos como, baratas, mosquitos e ratos”.

.“São autênticas casas de banho e ainda focos de mosquitos que não faltam no interior do espaço devido à abundância de lixo”.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.