Élida Almeida cantou e encantou

14/08/2017 10:12 - Modificado em 14/08/2017 10:12
| Comentários fechados em Élida Almeida cantou e encantou

Dois anos depois da sua estreia em 2015, onde dividiu o palco com a cantora mindelense, Ceuzany, Élida Almeida, que se seguiu no alinhamento, marcado ainda pela actuação de um colectivo de vozes, que reuniu nomes de novos talentos como Débora Paris, Dainira Veríssimo Odailine Tavares, Josimar Gonçalves, e Sílvia Medina.

Dona de uma voz doce, poderosa e vibrante, continua a encantar a todos com a sua voz e simpatia em palco, que consegue hipnotizar todo o público presente com apenas a sua presença, fez com que todos gritem, lhe aplaudem, ao escutar os temas que compõem a sua carreira.

Temas como “Lebam ku bo”, Di mi ku di bo” e  “Tomam el”, de entre outros, foram alguns dos temas que fizeram parte do repertoria da jovem artista, que também foram cantados pelo público, anunciando no final da sua actuação, ter-se divertido muito e diferentemente da sua primeira actuação esta foi ainda mais intensa.

“Foi maravilhoso, uma hora de música intensa a ouvir o público a cantar comigo do início ao fim. Conseguimos juntos gerar uma boa energia”, conta a artista no final da actuação.

A artista aproveitou a oportunidade para anunciar que está a preparar mais um álbum, doze músicas, sendo “dez músicas novas” da sua autoria e os dois de outros compositores.

Na forja, o novo álbum da artista natural de Santa Cruz (Santiago), está previsto para o mês de Outubro e ao mesmo tempo irá decorrer uma tournée pela Europa para lançamento e apresentação. No entanto, ainda antes do lançamento do novo trabalho discográfico, tem agendado alguns concertos em Cabo verde.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.