Engenho explosivo  mata um homem  na zona do Madeiral

14/08/2017 10:00 - Modificado em 14/08/2017 10:00
| Comentários fechados em Engenho explosivo  mata um homem  na zona do Madeiral

Um homem , de cerca de 50 anos, morreu  , no sábado , quando um engenho militar explodiu  na zona do Madeiral em São Vicente. A vitima ficou ferida no peito , na cara ,braços e pernas  chegou viva ao Hospital Batistas de Sousa. Deu entrada no bloco operatório mas não resistiu aos ferimentos.

Segundo apuramos , o homem natural de Santo Antão  estava a fazer uma queimada  do lixo  para preparar o terreno para sementeira  quando o engenho explodiu .

Tudo indica que se trata de um engenho militar  do género  que  em 2016 matou um pescador na localidade da Salamansa. Mas o comandante da 1 ª região militar já reagiu e considera que não se trata de um engenho militar, mas sim de uma botija de gás

Na altura o comando militar da 1 º região  começou por negar a origem do engenho  mas depois  admitiu que o engenho que provocou a morte do pescador  lhe  pertencia.

Tentamos o contacto com os responsáveis militares em São Vicente  mas ainda não foi possível. Em 2016 na  sequência  da explosão do engenho na Salamansa  a 1ª Região Militar foi acusada de  “ falhas no procedimento de destruição de material militar”.

 

 

 

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.