MpD: acusa o PAICV de ter levado as empresas públicas a situação de falência

9/08/2017 17:04 - Modificado em 10/08/2017 01:36
| Comentários fechados em MpD: acusa o PAICV de ter levado as empresas públicas a situação de falência

Continua a saga dos partidos políticos sobre a questão das privatizações. O MpD, por sua vez, refuta as críticas do PAICV sobre o processo de privatizações das empresas públicas, e o sobre o negócio da TACV. O secretário-geral do MpD, Miguel Monteiro, antes de refutar as críticas da oposição acusa o PAICV de ter levada as empresas públicas e participadas pelo estado a situação de falência com impacto na economia. Sobre a TACV acusa o governo do PAICV de criticar a opção do governo atual, quando, como afirma Monteiro, o governo do PAICV aprovou a venda de cinquena e um por cento do capital social da TACV a um parceiro estratégico.

Sobre as privatizações o secretário-geral do MpD, volta a carga, e acusa o PAICV de escrever no seu programa de governo que iria privatizar, tendo aprovado uma lista de empresas, mas “não concretizou nenhuma empresa, com exceção da Empa”. “Não privatizou por motivos ideológicos e de uma relação complexada com o mundo onde valoriza mais as ralações de ajuda externa”.

E para Monteiro em vez de privatizar, preferiu conduzir as empresas públicas e participadas pelo estado a situações de falência com graves impactos na economia. “ (O PAICV) prefere ter empresas falidas do que a participação de privados, e se for com participação de privados estrangeiros a desconfiança é a maior”.

E para Monteiro o governo atual publicou a resolução do conselho de ministro com conhecimento de todos, e vê neste especto a transparência no ato. “Estranha a forma como a oposição reagiu a esta matéria. O governo só está a cumprir o seu programa de governo”.

E sobre a TACV no mesmo comunicado de Miguel Monteiro esclarece que a saída da empresa dos voos domésticos não pode ser considerado uma privatização, mas um cato de gestão. Isto, como “consequência da gestão danosa anterior, que vendeu os ATR da empresa para depois ir alugar esses mesmos aviões por preços muito acima dos preços do mercado”.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.