Carnaval de Verão 2017: ultima-se os preparativos para mais um carnaval fora de época

7/08/2017 09:06 - Modificado em 7/08/2017 09:06
| Comentários fechados em Carnaval de Verão 2017: ultima-se os preparativos para mais um carnaval fora de época

Esta segunda-feira, último dia do Workshop de carnaval de verão do sambista brasileiro Dudu Nobre, juntamente com diversos mestres do carnaval do Rio de Janeiro, com ensaio técnico na Praça Dom luís, marca o final de uma semana de trabalho, com aulas teóricas e práticas sobre a festa do Rei Momo. Desfile de verão, que este ano será uma celebração entre Brasil e Cabo Verde, no desfile desta terça-feira, o8 de Agosto.

Trajes, alegorias, brilho, festa e alegria, estarão presentes em mais um evento, que em fevereiro passado marcaram o carnaval 2017. O desfile noturno da festa do Rei Momo vai voltar à cidade do Mindelo para presentear os que não estiveram em São Vicente no mês de Fevereiro.

Quarta edição do evento, que chega como em replay do carnaval oficial, 2017 e também um ensaio para o carnaval 2018, como novas experiencias, conhecimentos da própria “fonte”. Os grupos oficiais – Monte Sossego, Vindos do Oriente, Cruzeiros do Norte e Flores do Mindelo- e ainda o Samba Tropical prometem mais de 400 foliões para um desfile noturno.

Como sempre, os emigrantes já estão prontos para mais um “revival” da festa do Reio Momo. No entanto, no seio da população muitos estão a favor e outros contra a realização deste evento, que nas palavras do autarca mindelense é um investimento a cultura são-vicentina.

“Há demasiadas festas em Cabo Verde, de modo particular em São Vicente. Isto não ajuda o desenvolvimento. Contem a partir do mês de Julho até hoje: festival da cavala, festival da Laginha, festival de Salamansa, e já vem a o festival de Baia, sem contar Rua Lisboa que todos sábados à noite fecha-se ao tráfego, porque há musica e dança, sem contar os espetáculos em ambientes fechados, como Jotamont, Casa da Morna, entre outros. Um país que quer desenvolver-se deve ver bem em que é que convém empregar o seu dinheiro. Os foliões do Verão vão ficar cada vez mais pobres, muitos deles com mais dívidas”, avança munícipe que acredita haver melhores forma de valorizar a cultura.

Afirmação sustentado por outros munícipes, mas que em não é a opinião de todos, que valorizam esta ideia e o apoiam na sua totalidade. “Boa ideia esta do Carnaval de Verão, para os emigrantes e para os turistas. Que haja apoio oficial, da Câmara Municipal do Ministério da Cultura e do Ministério do Turismo, atira um emigrante em férias, que pela primeira vez vai assistir presencialmente o carnaval de verão. “Todos os anos desde da sua criação, não tenho conseguido vir para São vicente nesta época, mas este ano felizmente os meus planos abonaram ao meu favor e estarei presente”.

Muitos criticam esta iniciativa, começa outro munícipe, realçando o facto do povo de São Vicente de agarrar naquilo que ele pode fazer para a sua sobrevivência, “já que nos abandonaram”. E sua imaginação, da sua cultura, utilizando o máximo possível da sua inteligência, para atrair turistas, uma das fontes de receitas em toda parte do mundo. Não devemos continuar a menosprezar, falando mal dos movimentos cultural do nosso pais, que está a trabalhar para o bem da nossa terra porque fazer festa todos os dias não é crime”.

Agora é aguradar pela noite desta terça-feira.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.