” Loyal” chega com “Vagabundo Romântico”

31/07/2017 08:07 - Modificado em 31/07/2017 08:07
| Comentários fechados em ” Loyal” chega com “Vagabundo Romântico”

Mário “Loyal” Santos de 17 anos, natural de Bela Vista São Vicente, dá-nos a conhecer “Vagabundo Romântico”, nome do seu EP de estreia, que já se encontra nas plataformas digitais desde de finais de Abril.

Lançado pela produtora Alpina Recordz, “Loyal”, nome artístico de Mário Santos, em entrevista ao NN explica o que pretende trazer com o seu primeiro trabalho, “Vagabundo Romântico” tenta trazer uma história de amor de um homem, não para uma mulher, mas diversas, ou seja no sentido de ama-las e deixa-las livres.

Mas que não é visto com bons olhos pela sociedade que o considera como um amante desvirtuoso, que não respeita as mulheres, o que está longe de ser verdade. Este é um trabalho, com um personagem, com história real, não necessariamente a história do rapper. Vista sob a perspectiva de que o amor não deve ser egoísta e que pode ter diversas receptoras, é o que o jovem “Loyal” tenta transmitir em algumas das 13 faixas, de estilos RNB, rap, hip hop.

Com 17 anos, pretende conquistar o seu espaço, no panorama musical, ao estilo “New rapper” e que todos que se interessam pelo movimento de Hip Hop, dar a sua continuidade ao movimento e ser respeitado com um artista é um dos grandes objectivos do estreante nas lidas musicais da ilha.

Autor das suas composições, histórias de vidas misturas que transformou, neste produto final de 13 faixas, que na sua estreia já vai em mais de dois mil downloads, “Loyal” assegura que a mensagem não tem o condor de ser negativa ou positiva, apenas dar a conhecer o lado de um homem que ama as mulheres como ama a vida.

Uma estreia de que se orgulha, porque o feedback recebido, conforme explica faz com que trabalhe com mais vontade e já tem em mente, não para um futuro muito longínquo, trabalhar no lançamento de um EP.

Amante do estilo “Trap Soul”, tem como referências musicais nacionais, em nomes como Mark Delman, Negga Jó, Kyddie Bonz, no estilo Hip Hop e Simon Bang Star, em RNB.

Sente-se bem a compor e a interpretar, gosta de como a muisca o acalma, e como consegue no processo de viver, apreender cada dia e exteriorizar os seus sentimentos em forma de música.

Musica para ele é o que faz sentir bem, que o faz esquecer que entra dentro de si e esterioriza, o que vivemos.

24 de Abril, já tem dois mil download, bom feedback, muitos elogios, não esperava a aceitação que teve, tem um publico especifico, mas concretamente os da sua faixa etária.

Personagem com diversas historias misturadas, acredita sempre que esta apaixonado, mas no fundo sabe que ama apenas uma.

Free Kick, é um desabaafo sobre o porque de abraçar o movimento, mostrar sua posição, dar o contributo, tuod aquilo que pretendo, receonhece que muitos erram mas quer ser uma das vozes do movimento.

Dejavu uma historia de paixão entre melhores amigos que se tornam amantes

Gold o persoonagem que fala com o seu amoir maior, sobre os boatos de traição, ela sabe das traições, mas não aceita que outras pessoas falam sobre isso. mesmo que traia não quer ela seja mal falada.free Kick identifica porque é um frestilie onde desabafa, o que se passa, toda a enregia positividade.

Objectivo apartir de agora continuar a agradar e conquistas o seu publico, cativar. Já esta a pensar no EP futuro. Quer ser respeitado como artista.

É interprete e compositor, como a maioria dos jovens cantores, não ve muitas dificuldes, mas sabe que compor é mais complicado.

Particpações de bng star simon soulj, , entre outros que aprticipara.

Interesee de 2019 10, a ouvir in the air, mad rappers, sentod ne nuvem sentiu e gosta do estilo de Mark Delman, uma das suas refrencias, Nega Jo, Kiddie Bonz, Simon Bang Star, em RNB

 Desporto 

 Desportos de Salão: São Vicente cai pela terceira vez frente a uma equipa de Santiago

Os campeonatos nacionais de quase todas as modalidades estão a chegar ao fim, nas modalidades de salão, como por exemplo voley, andebol e Basquete, São Vicente não conseguiu atingir os seus objectivos máximos, que é a conquista de um campeonato nacional, tendo caído em todas as modalidades.

Primeiro, no voley, a equipa do atlético voley, caiu do Atlético Voley,  perdeu o título nacional este ano deixando o título para a equipa.

No andebol, o Desportivo da Praia vence na final, no polidesportivo Vavá Duarte, o Atlético de São Vicente por 29-28. Esta foi a segunda vez consecutiva que as duas equipas defrontam na final do campeonato nacional de Andebol e pela segunda vez, a equipa de São Vicente não consegue o almejado troféu, para terminar a época em grande.

Este fim-de-semana, foi a vez da Académica do Mindelo, em representação a São Vicente no nacional de basquete, isto depois de ter começado o jogo com certa supremacia sobre a equipa do Seven Stars, o combinado mindelense, esteve a vencer o jogo, num dos períodos por uma vantagem de mais de 10 pontos, mas não conseguiu ir mais além e o título fugiu-lhe nos instantes finais.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.