Governo autoriza TACV a sorver mais 1,7 milhões de euros a juntar aos 100 milhões que deve     

26/07/2017 04:34 - Modificado em 26/07/2017 04:35
| Comentários fechados em Governo autoriza TACV a sorver mais 1,7 milhões de euros a juntar aos 100 milhões que deve     

Quando se pensava  que o governo tinha fechado as torneiras ao sorvedouro de recursos públicos em que a TACV se transformou  , eis que o Governo  autoriza  a TACV a contrair um empréstimo bancário de 1,7 milhões de euros junto do Banco Privado Internacional (BPI). Como estamos a menos de uma semana  de a transportadora encerrar as operações domésticas, pergunta- se: Quem vai pagar o empréstimo? A justificação dada é apenas que a companhia “depara-se com a necessidade de recorrer a um empréstimo bancário”, tendo contactado o BPI no início do ano. 

O aval governamental foi publicado hoje no Boletim Oficial (BO) onde se lê que “é autorizada a Direção Geral do Tesouro a conceder um aval a favor dos Transportes Aéreos de Cabo Verde (TACV) para garantir um financiamento bancário junto do Banco Privado Internacional (BPI), no valor de dois milhões de dólares (1,7 milhões de euros)”.

A justificação dada é apenas que a companhia “depara-se com a necessidade de recorrer a um empréstimo bancário”, tendo contactado o BPI no início do ano. 

O aval do Estado para o empréstimo acontece a menos de uma semana (01 de agosto) de a TACV fechar as operações domésticas, continuando a operar a nível regional.  Não sendo essa verba destinada  ao funeral  da TACV  não  se entende , até melhor explicação,  o destino desse dinheiro . Mesmo sabendo que é apenas 1.7 milhões a juntar   a uma dívida acumulada de 100 milhões de euros que TACV deixa de herança aos contribuintes cabo-verdianos.  

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.