Soldado Patrick Soares condenado a pena de 10 anos

24/07/2017 07:51 - Modificado em 24/07/2017 07:51
| Comentários fechados em Soldado Patrick Soares condenado a pena de 10 anos

O Tribunal Militar condenou a uma pena de prisão efectiva de dez anos o soldado Patrick Soares acusado de ter morto a tiro com uma AKM o colega Jailson Fernandes de 20 anos. O caso remonta a Maio de 2015.

Tudo não passou de uma brincadeira entre os dois colegas soldados, mas que acabou em tragédia no Destacamento Militar de São Jorginho, Praia.

O arguido Patrick Soares, na altura com 20 anos, disparou acidentalmente contra o pescoço da vítima Jailson Fernandes tendo-lhe causado morte imediata.

Após dois anos, o arguido acusado de homicídio conheceu a sentença. O Tribunal Militar condenou-o a cumprir uma pena de prisão de dez anos na cadeia de São Martinho, Praia.

Recorda-se que segundo o que se noticiou na altura, tudo indicava que se tratava de um disparo acidental. Durante uma brincadeira, o soldado Jaílson Fernandes teria desafiado o colega Patrick Soares a disparar com a arma AKM pendurada ao corpo.

Patrick ter-se-á aproximado de Fernandes apontando-lhe a arma e esta terá disparado acidentalmente no pescoço do seu colega. O soldado morreu no local. O homicida foi agora condenado a dez anos de reclusão.

Refira-se ainda que um outro soldado foi também condenado a uma pena suspensa de 3 anos pela morte de um colega no destacamento militar de Santa Cruz, interior de Santiago. Dizem as nossas fontes que este caso aconteceu em 2012, nas mesmas circunstâncias que as do soldado Patrick.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.