Forças de segurança ocupam duas das favelas mais violentas do Rio de Janeiro

14/10/2012 22:30 - Modificado em 14/10/2012 22:30
| Comentários fechados em Forças de segurança ocupam duas das favelas mais violentas do Rio de Janeiro

A polícia brasileira começou na manhã deste domingo o processo de pacificação de duas das favelas mais violentas do Rio de Janeiro, Jacarezinho e Manguinhos, controladas por traficantes de droga.

 

Pouco antes das 05h00 da manhã (09h00 em Lisboa), cerca de 1500 polícias e militares apoiados por 13 veículos blindados, entraram nas ruelas das duas favelas situadas na zona Norte da cidade, conhecidas como centros de consumo de crack e de venda de todo o tipo de drogas.

 

Na favela do Jacarezinho houve troca de tiros mas na Manguinhos a operação ocorreu sem confrontos. Nestes dois gigantescos bairros de lata vivem cerca de 75 mil habitantes.

 

Os polícias e militares começaram a bloquear as ruas que dão acesso às duas favelas logo durante a noite de sexta-feira. No sábado de manhã cinco presumíveis chefes do tráfico de droga foram mortos ao tentarem fugir.

 

Estas duas favelas transformaram-se no quartel-general da organização criminosa Comando Vermelho em Novembro de 2010, depois de esta ter sido expulsa das favelas da Penha e do Complexo do Alemão, durante uma operação de pacificação semelhante à que está agora em curso..

 

A polícia também entrou , em menor escala, noutras favelas do Rio que ainda não estão pacificadas, em operações de busca de traficantes de droga.

 

Estas acções fazem parte da preparação para a instalação da futura Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) de Manguinhos, a 29ª do estado do Rio de Janeiro. A favela do Jacarezinho será apenas ocupada para apoiar o trabalho da polícia na Manguinhos, e ainda não irá receber uma UPP. Na área das 28 UPP do Rio moram cerca de 400 mil pessoas.

 

As autoridades brasileiras querem recuperar o controlo das zonas mais perigosas do Rio, que funcionam à margem da lei e são controladas por narcotraficantes, antes de a cidade receber o Campeonato do Mundo de Futebol em 2014 e os Jogos Olímpicos em 2016.

 

 

 

publico.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.