Feira de Tattoo: Lançada a primeira iniciativa para valorizar a arte

17/07/2017 00:49 - Modificado em 17/07/2017 00:49
| Comentários fechados em Feira de Tattoo: Lançada a primeira iniciativa para valorizar a arte

Tinta, cor, animação, contactos, intercâmbios de profissionais. Assim foi a primeira edição da Feira de Tattoo realizada este fim-de-semana em São Vicente. Durante dois dias, cinco tatuadores, dois de Santo Antão, dois de São Vicente e um de Itália a residir na ilha do Sal estiveram presentes na primeira iniciativa para divulgar a arte e a sua subsequente valorização.

Estes profissionais, bem como a organização, mostraram-se bastante satisfeitos com o alcance do projecto, que durante estes dois dias levaram ao espaço do ginásio Energia, algumas centenas de pessoas, a maioria curiosos, para apreciarem os trabalhos de Fábio Tony, Tin, João, Juliano.

Em conversa com este grupo que partilharam o mesmo espaço, com o objectivo de divulgar a arte, troca de experiencia, contactos, dar esclarecimentos, entre outros, consideram uma atitude louvável a ideia de juntar no mesmo local, diferentes tipos de tatuadores, com estilos diferentes, mas com o mesmo objectivo, dar o devido valor a arte de eternizar desenhos, símbolos, mensagens na pele.

Juliano Barros, que está no mercado há onze anos diz que ainda não se considera um profissional, no entanto este evento deu-lhe a capacidade de mostrar o seu trabalho de uma forma mais abrangente, bem como a oportunidade de apreender com os outros tatuadores.

Mesma atitude tem também, Tin Sousa, tendo feito aproximadamente doze tatuagens nos dois dias assegura que esta foi uma experiencia bastante proveitosa, e desafia os tatuadores locais a se juntarem a esta causa que beneficia a todos.

Por seu lado, João, que trabalha a partir de casa, como a maioria dos tatuadores locais, diz que esperava ter mais pessoas no local, curiosos que estivessem a interessados em assistir, fazer contactos, tirar dúvidas.

Contudo valoriza a oportunidade de participar no projecto e espera que este venha para ficar. O mesmo desejo de Tony Lopes, que não conseguiu estar presente no primeiro dia, mas que considera que têm só a ganhar com este tipo de eventos, que facilita o intercâmbio de profissionais e de se unirem em torno da arte que amam.

Mara Oliveira “DJ Mare´x” acredita que foi uma boa iniciativa tendo em conta o feedback da população. Esta conta que no primeiro dia das 11 horas até 02 horas da madrugada, o local esteve com um fluxo de pessoas regular. “Uma Boa adesão”.

De acordo com Mara Oliveira “em geral foram feitas mais de 20 tatuagens bem como a perfuração da pele para piercings, ainda houve sessão de esclarecimentos, como por exemplo, onde fazer, como fazer, que cuidados a ter, entre outro”. Assegura ainda que os objectivos foram cumpridos e que “esta feira, a sua maior preocupação era de mostrar o trabalho de cada tatuador presente, valorizar a arte e tirar as dúvidas”.

O objectivo agora é marcar presença no festival de música do Sal que acontece em Setembro e, a organização pretende estar durante quatro dias no areal da praia, dois dias antes e nos dois dias do festival.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.