Adelino Duarte: “Não foi mais brilhante simplesmente porque não conseguimos o título”

11/07/2017 02:16 - Modificado em 11/07/2017 02:16

A equipa campeã regional feminina de São Vicente disputou, este domingo, a final da prova, mas saiu derrotada frente à equipa de Santiago Sul, o ABC, por 29-28.

O Atlético chegou a este jogo decisivo após vitórias na fase de grupos sobre o Grémio do Sal e a Graciosa de Santiago Norte tendo, nas meias-finais, eliminado o Palmeiras do Sal. Atlético e ABC eram, à partida, duas equipas candidatas ao título e chegaram a seu belo prazer a esta final disputada no polidesportivo de Espargos. A equipa de São Vicente até esteve em vantagem de uma bola na primeira parte, 12-13, mas nos segundos trinta minutos permitiu a reviravolta da equipa de Santiago Sul, acabando por perder o jogo por 29-28.

A final foi, sem dúvidas, equilibrada entre duas grandes equipas do Andebol Cabo-verdiano da actualidade, o que leva o treinador da equipa, Adelino Duarte, a referir a este Online que a sua equipa saiu do Sal “campeã” pela prestação “brilhante” que teve. “Não foi mais brilhante, simplesmente porque não conseguimos o título. Nós perdemos o título a um segundo do fim, depois de termos liderado o jogo praticamente todo o tempo”, sublinha o treinador.

A equipa é nova com uma média de idade a rondar os 22 anos, tendo muitas das jogadoras entre os 17 e os 20 anos de idade e, pela primeira vez, disputaram a fase final do Campeonato Nacional de Andebol Sénior, por isso, o treinador entende que a sua equipa na final acusou alguma inexperiência mas que, o seu ver, não serve de desculpas porque quem quer ser campeão nacional tem de ultrapassar isso.

“O que fizemos foi demonstrar a qualidade do Andebol que o Atlético pratica, nomeadamente, a qualidade do Andebol que existe em São Vicente. Nós perdemos porque alguém tinha de ganhar, mas o Sal ficou rendido. Acho que Cabo Verde também ficou rendido e, acredito que até o ABC ficou rendido com o nosso Andebol, por isso, a prestação é extremamente positiva, simplesmente pelo facto de não termos ganho o campeonato”, sustenta Adelino Duarte.

Para Adelino Duarte ou, simplesmente, Didi como é conhecido no mundo do Andebol, a experiência falou mais alto, realçando que a equipa do ABC, na sua primeira linha, é formada pela lateral e pelos dois centrais que jogam juntas há bastante tempo e fazem parte dos quadros da Selecção Cabo-verdiana de Andebol. Já a sua equipa tem jogadoras que vieram dos juniores há um ou dois anos atrás e este foi o primeiro título regional que conseguiram vencer, depois de cinco anos de domínio por parte da equipa do Amarante em São Vicente. “Tentar destronar o ABC a nível nacional depois de seis anos, obviamente que a inexperiência acabou por ter algum efeito e foi visível na parte final do jogo”, reforça.

O treinador dos encarnados do Mindelo deixa rasgados elogios às duas equipas que disputaram a final mas, em relação à terceira, ou seja, à equipa de arbitragem de Santiago que dirigiu a partida, aponta que deixou muito a desejar e que muitas das suas atletas antes do jogo perguntaram logo porque é que tinha que ser uma equipa de arbitragem de Santiago a apitar o jogo da final.

“Durante a reunião técnica, a Direcção da Arbitragem disse que não havia duplas de árbitros de São Vicente, Sal e Praia, mas que havia árbitros e decidiu que eles é que tinham de apitar o jogo e jogamos com isso e acho que a equipa de arbitragem foi a pior equipa em campo. Perdemos e damos o mérito da vitória ao ABC porque marcou um golo a mais do que nós e defendeu uma bola a mais do que nós, mas saímos do Sal como uma grande equipa, com as atletas extremamente moralizadas. Durante alguns dias, obviamente, elas vão ficar tristes. Para mim foi difícil contornar aquela noite, mas o Andebol é maior do que nós e São Vicente ganhou uma grande equipa. Fica a tristeza por não termos conseguido vencer o campeonato, mas tudo aquilo que foi positivo posso dizer que o Atlético nesse dia e naquela semana de prova fez tudo isso”, concluiu Adelino Duarte.

 

 

 

 

 

 

 

 

  1. Gomez

    Como é possivel numa final entre uma equipa de Santiago e uma de São Vicente a equipa de arbitragem ser de Santiago. Não havia nenhuma equipa de arbitragem do Sal sendo o campeonato disputado no Sal.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.