Brasil: Alidados de Temer eseperam derrota na CCJ

10/07/2017 09:39 - Modificado em 10/07/2017 09:39
| Comentários fechados em Brasil: Alidados de Temer eseperam derrota na CCJ

Os aliados mais próximos de Michel Temer já consideram que ele deve sair derrotado na CCJ  (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara; Chefes do PMDB e aliados do governo dão como certo que o deputado Sergio Zveiter (PMDB-RJ) apresentará hoje parecer favorável à aceitação da denúncia por corrupção passiva contra Temer; a expectativa de políticos do entorno do presidente é que o relatório de Zveiter tenha caráter técnico e fortes argumentos jurídicos, sem juízo político da conduta de Temer, tornando difícil que os integrantes da CCJ votem contra o parecer; a cúpula do PSDB se reúne hoje para decidir a postura em relação ao governo e avalia que a aceitação da denúncia pode ser a gota d’água para deixar a base; Temer passou o domingo em reuniões montando uma estratégia para evitar a derrota. 

Para aliados de Michel Temer, o parecer do deputado Sergio Zveiter (PMDB-RJ), que deve ser apresentado hoje na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), será favorável à aceitação da denúncia contra Michel Temer por corrupção passiva. A expectativa de políticos do entorno do peemedebista é que o relatório de Zveiter tenha caráter técnico e fortes argumentos jurídicos, sem juízo político da conduta de Temer, tornando difícil que os integrantes da CCJ votem contra o parecer.

A  cúpula do PSDB se reúne hoje para decidir a postura em relação ao governo e avalia que a aceitação da denúncia pode ser a gota d’água para deixar a base. Temer passou o domingo em reuniões no Jaburu e no Alvorada montando uma estratégia para evitar a derrota.

A falta de ascendência do governo sobre o deputado Sergio Zveiter (PMDB-RJ), relator do caso na comissão, é tamanha que caciques do partido do , aliados e políticos fluminenses dão como certo, pelo perfil dele, um parecer pela aceitação da denúncia. E admitem que, se o relatório for técnico, sem juízo da acusação, será difícil votar contra ele na comissão. Zveiter não antecipa o teor, limitando-se a dizer que seu voto será “sucinto e objetivo”.

Na noite de ontem, Temer convocou líderes aliados para discutir sua estratégia. Mais cedo, também recebeu os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEMRJ), e do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE).

A expectativa no Palácio do Planalto é que o relator tenha elaborado um parecer técnico, que não leve em conta o mérito, apenas a constitucionalidade do pedido. Esse é o mesmo argumento usado por aqueles que dizem ser certa a apresentação de um parecer contrário a Temer. Segundo pessoas próximas a Zveiter, como ele tem postura técnica e focará no aspecto jurídico da denúncia, dificilmente favorecerá Temer.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.