PAICV : Santo Antão com sinais de retrocesso

10/07/2017 01:12 - Modificado em 10/07/2017 01:12

Os deputados do PAICV continuam a sua preparação para o debate sobre o Estado da Nação. Depois de São Vicente, foi a vez dos deputados do círculo eleitoral de Santo Antão que realizaram contactos com a população a fim de se prepararem para o referido debate.

Das visitas e dos contactos realizados, os deputados mostram-se preocupados com a situação da ilha de Santo Antão, tanto a nível social, como a nível de obras e da situação de emprego.

Em declarações à RCV, Carlos Delgado, deputado do PAICV, faz o balanço da visita à ilha que, para os deputados do PAICV, não é nada animador.

“Há sinais claros de um autêntico retrocesso desta ilha e uma baixa auto-estima”, sublinha o deputado. Acrescenta que esta situação deixa os deputados preocupados. “A situação do desemprego é alarmante nos três municípios”.

Para Delgado, as pessoas estão numa autêntica penúria de falta de água no que diz respeito à agricultura e de desemprego em massa, o que cria “um desânimo na ilha”.

Sobre as obras na ilha, a verificação é de que estão em curso “mas não com a dinâmica esperada”. Assim, os deputados vão levar ao Parlamento as preocupações da ilha traçando um quadro nada animador no que diz respeito ao emprego, água e infra-estruturas.

 

  1. Dajck

    Há quanto tempo já não ias à Santo Antão Kakoi? 15 anos? Talvez sim! Durante o reinado do teu falido PAICV não deste conta que Santo Antão ia de mal a pior, perdia gente, passava-se fome. Porquê? Porque eras um dos privilegiados do sistema! Agora que acordaste do sono da mama gorda e retornaste ao berço da pobreza vens com essa lamuria?! Haja paciência para contigo e a tua trupe!

  2. Antonio Delgado

    20 de Março despertou muita gente incluindo os do PAICV. Este senhor era deputado da maioria no desgoverno do seu partido duarante década e meia. Hoje na oposiçao sabe defender a Ilha de Santo Antao.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.