Assalto ao Supermercado Fragata: assaltante limitou-se a pegar no saco com 700 contos e sair

7/07/2017 18:43 - Modificado em 8/07/2017 02:21

O homem que ontem, no final do dia, roubou cerca de 700 contos no supermercado Fragata na Praça Luís, São Vicente não usou armas, nem violência e tão pouco teve acesso a área de vendas do referido supermercado. O NN sabe que homem, com um capacete na cabeça de forma a tapar o rosto, entrou pela porta lateral no quiosque onde se vendem produtos da CVMóvel, junto a Agência Nacional de Viagens frente a Praça D. Luís. Chegou 8 segundos depois do saco com 700 contos ter sido depositado por um funcionário no referido quiosque que não dá acesso ao interior supermercado .Sem usar armas ou violência pegou no saco e saiu . Cá fora, do lado do Café Mindelo, tinha um cúmplice que o esperava numa motocicleta . Em momento algum a segurança dos clientes do supermercado esteve em causa . Os elementos da segurança privada que fazem vigilância no interior e na porta principal do supermercado acudiram quando ouviram os gritos do funcionário que estava no quiosque , mas ao chegarem o assaltante já tinha sumido

  1. Agildo Spencer Lima

    Ness cidade li tud agora ê de espera, politico bandido, policia mandido, te ser petrucinod pe traficant, um terra k bo k te oia plicia na rua, ech sabe so anda te pdi esmola ne mafiosos, ess li einda ê so começo, deus te companha nôs

  2. civicocidadon

    ess li ê ke cabverd e soncent k no tita vra, cidade de morabeza bo te ba ne esquadra de plicia bo te otchach pa kótch sentód, bo se ser mal atendid, rob de córr tud dia, casa assaltód tud dia, ninguem te faze nada, um plicia inativo, rua chei de córr mal estancionod, sem plicia de transit ne rua pe controla iss, plicia te fusca te da tiro ne kem panha, plicia te durmi na córr ne meio de rua, plicia fardod te bibe groge, plicia te gasta combustivel de estad ne corr de traficante, onde k no tita ba para, oh kafronta

  3. Antonio Gomes

    Segurança é um problema serio precisa ser tratada de forma responsvel. Acredito que com mudança da legislaçao poderemos talvez resolver definitamente essa questao.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.