Mindelense  considera adiamento da final  natural

7/07/2017 02:31 - Modificado em 7/07/2017 02:31
| Comentários fechados em Mindelense  considera adiamento da final  natural

O presidente do Mindelense disse  à Inforpress,  que recebeu “com naturalidade” a notícia  que a Cabo-verdiana de Futebol (FCF) decidiu adiar em uma semana o jogo da primeira mão da final do campeonato de Cabo Verde   “Sabíamos que foi dado um prazo à Ultramarina para lavrar a sua defesa e entendemos perfeitamente que não havia condições para a logística do jogo da primeira mão da final” Daniel Jesus    lembra que o Mindelense  também defendeu que o jogo da segunda –mão  , onde a sua equipa perdeu por  2-0 ,  também deveria ser adiado . Tanto que o jogo foi jogado sob protesto. o líder encarnado referiu que o Mindelense entrou em campo porque a FCF agendou a partida mas que “esse tal segundo jogo não deveria ter acontecido” pois, sintetizou, à luz dos regulamentos, quando uma equipa é penalizada com derrota numa eliminatória a duas mãos implica automaticamente a qualificação do adversário (artigo 39ª, ponto 2 do regulamento disciplinar da FCF).

 

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.