IPC: Ministro quer Instituto mais perto das pessoas

4/07/2017 08:02 - Modificado em 4/07/2017 08:31
| Comentários fechados em IPC: Ministro quer Instituto mais perto das pessoas

O Ministro da Cultura, Abraão Vicente, confirma a decisão do Ministério da Cultura de demitir o Presidente do Instituto do Património Cultural (IPC), Charles Akibodé. Avança tratar-se de uma decisão administrativa e que o antigo Presidente foi o primeiro a saber da decisão.

Além desta decisão, o Ministro anuncia ainda que vai haver outras mexidas, mas sem precisar quais serão. “Temos um programa do Governo a cumprir e é normal, um ano depois, haver avaliações. É tempo de seguir para novas abordagens”.

Garante que com a demissão do Presidente, o IPCV continua a funcionar normalmente com o Director Administrativo, que já costuma substituir o Presidente quando este está ausente. O IPC está a “funcionar normalmente” com o Director Administrativo “que, normalmente substitui o Presidente nas suas ausências, na gestão do Instituto. Tive conversas pessoais com todos os directores das várias secções, os projectos estão a andar e nada vai parar”, afirmou a tutela do IPC.

Abraão Vicente espera ver o Instituto mais perto das pessoas, com a tarefa de “salvaguardar a memória colectiva do povo cabo-verdiano”. Espera numa nova atitude dos que fazem parte do Instituto, de saírem do gabinete e trabalharem mais perto das pessoas.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.