PP questiona democracia

3/07/2017 01:09 - Modificado em 3/07/2017 01:09
| Comentários fechados em PP questiona democracia

 Do balanço do objectivo de alargar delegações do Partido Popular de Cabo Verde (PP) à Zona Norte do País, Santo Antão e São Vicente, em entrevista à RCV, Amândio Barbosa avança que conseguiu instalar uma coordenação concelhia em São Vicente. Em São Antão, devido à escassez de tempo ficou pelos contactos com pessoas que podem vir a fazer parte da representação do partido na ilha.

O partido tem representações nas ilhas de Santiago e Fogo e o objectivo é alargar a influência do partido noutras ilhas e, neste sentido, o líder do partido, Amândio Barbosa, planejou a sua visita juntamente com a sua delegação.

No fim da visita, Barbosa, em entrevista à RCV, falou sobre a democracia, que consiste em mais do que o simples acto de votar. Tocou ainda a questão da separação de poderes e do funcionamento das instituições.

“Se a democracia (em Cabo Verde) fosse um pouco mais além, muita gente em Cabo Verde que exerce cargos políticos estaria atrás das grades. Porque a democracia consiste na separação de poder. Um poder judicial forte, coisa que ainda não conseguimos. Uma comunicação social independente, que trabalha sem manipulação e sem censura e este é ainda um objectivo por alcançar”.

Assim, os responsáveis do PP voltam para a sua base com os alicerces lançados em São Vicente e Santo Antão.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.