Ultramina tem cinco dias para contestar o acórdão da FCF que lhe atribui a derrota  e suspensão . 

1/07/2017 00:07 - Modificado em 1/07/2017 00:07
| Comentários fechados em Ultramina tem cinco dias para contestar o acórdão da FCF que lhe atribui a derrota  e suspensão . 

O acórdão da Federação Cabo-verdiana  considera que   a Ultramarina cometeu uma “infração muito grave  de falta de comparência injustificada em prova nacional “  E considera que “ são circunstancia agravantes  a premeditação, a combinação com  outrem  para a prática de infracção e resistência  no cumprimento da ordem legitima  . Na perspetiva  do  Conselho de Disciplina  a Ultramarina incorre numa pena de derrota no jogo não disputado, de multa de 15.000$00, de suspensão por uma época e ainda em indemnização à FCF (despesas incorridas com as deslocações aéreas e estadias. A equipa de São Nicolau  tem cinco dias para apresentar a contestação a acusação  , Caso  perca na primeira instância  pode ainda recorrer  para o Conselho de Justiça  da FCF . Podendo ainda recorrer para o Tribunal Arbitral do Desporto

Mediante estes dados  o NN noticiou que o Conselho de Disciplina da Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF) penalizou a equipa da Ultramarina, de São Nicolau, com uma derrota por não ter disputado o jogo de primeira-mão das meias-finais do Campeonato de Cabo Verde, no seu reduto.  Na altura não informamos o óbvio : que toda a decisão do Conselho de Disciplina está sujeita a recurso , as nossas desculpas. Esse recurso pode anular a decisão ou agravar a penalização

O  presidente da Ultramarina, Simony Soares, em declarações à Rádio de Cabo Verde já informou que vai recorrer desta decisão da FCF, garantindo que vai marcar presença no jogo da segunda mão agendado para este domingo, no Estádio Adérito Sena, em São Vicente

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.