Poema Gigante quer mostrar ao mundo a razão pela qual Mindelo é considerada a cidade cultural de Cabo Verde

30/06/2017 00:22 - Modificado em 30/06/2017 00:22
| Comentários fechados em Poema Gigante quer mostrar ao mundo a razão pela qual Mindelo é considerada a cidade cultural de Cabo Verde

Arranca esta sexta-feira, 30 de Junho, no Mindelo, São Vicente, a 71ª edição do projecto “Poema Gigante”. A Embaixada de Espanha em Cabo Verde volta a trazer o projecto internacional ao país pela segunda vez. Até agora já são mais de 9 quilómetros de poesias escritas em 68 cidades do mundo e, com esta, serão 71 poemas gigantes, escritos em 46 línguas, onde participaram mais de 400 mil pessoas.

Depois de ter sido realizado na cidade da Praia, Mindelo é a segunda cidade da África a receber o evento, que este ano está enquadrado na Semana LGBT.

De acordo com a organização do evento, o objectivo é fazer com que todas as pessoas possam participar na cultura, na criatividade. “Um evento que é a democratização da cultura, um encontro de povos, da diversidade”, explica Alejandra Garcia, Conselheira da Embaixada de Espanha em Cabo Verde, afirmando que esta é uma grande oportunidade de Mindelo demonstrar a sua criatividade, de mostrar porque é considerada a cidade cultural de Cabo Verde.

Assegura ainda que o papel em branco é a essência do projecto, mas também terão actividades artísticas como danças, músicas e outros, porque o “Poema Gigante é a expressão de uma emoção”.

O evento acontece na Praça D. Luís, onde os mindelenses serão convidados a partilhar a sua criatividade num papel em branco de 130 m que, de maneira coordenada e espontânea, será preenchido com poemas e desenhos pelas pessoas interessadas em participar.

“Mindelo tem muito a dar e a dizer sobre isso, oportunidade às pessoas de partilharem a sua criatividade e também uma forma de tentarem mostrar a todo o mundo porque é a cidade cultural, uma vez que é um projecto internacional, afirma Maria Garcia, colaboradora cultural da Embaixada de Espanha em Cabo Verde, que quer mostrar a diversidade de Cabo Verde. “Não só a sexual, mas a diversidade social, cultural, de género, entre outras. Queremos demonstrar isso com a criatividade”.

Angel Arenas que trabalha com o projecto há dez anos, acrescenta que o mais importante do evento é dar a todos os que passarem pelo local de forma espontânea a oportunidade de serem artistas para mostrarem a beleza escondida, a própria criatividade, que normalmente não têm oportunidade de o fazer.

A temática do Poema no Mindelo versará sobre a Diversidade e a Criatividade, porque somos todos diferentes e porque o projeto está enquadrado no Mindelo Pride, com o objectivo de promover a igualdade entre as pessoas LGBT.

A Embaixada de Espanha conta com a parceria da Câmara de São Vicente, da Casa África, da Associação Arco-Íris e da Associação Gay cabo-verdiana, para além da colaboração do Ministério da Cultura e Indústrias Criativas, do Centro Cultural do Mindelo, do Centro de Arte e Design, da ALAIM, do Atelier de Mar e do MEIA.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.