PP quer alargar a sua representação à Zona Norte de Cabo Verde

29/06/2017 23:57 - Modificado em 29/06/2017 23:57

O Partido Popular de Cabo Verde (PP) que teve a sua estreia absoluta na política nas legislativas cabo-verdianas, pretende, segundo dirigentes, implementar uma direcção do partido em São Vicente e Santo Antão.

Depois de marcar presença em Santo Antão, o núcleo do PP, que tem representação nas ilhas de Santiago e Fogo, esteve na manhã desta quinta-feira, no centro da cidade.

De acordo com alguns dirigentes do partido encabeçado pelo seu líder, Amândio Barbosa Vicente, o partido popular pretende alargar o partido à Zona Norte, em particular, a São Vicente e Santo Antão e, com isso, ultrapassar a fronteira da Zona Sul do país, com a representação do partido nas duas ilhas.

Em São Vicente, Amândio Vicente teve um encontro com populares no Liceu Ludgero Lima, denunciando esquemas de corrupção que diz estarem à solta pelo país.

No entender do PP, em Cabo Verde a democracia ainda não chegou no seu pleno. A afirmação é de Amândio Vicente, que diz que, actualmente, a democracia significa apenas ir a votos de 4 em 4 anos ou de 5 em cinco anos. Mas, “significa mais que isso. Significa ter um Parlamento que não é uma caixa de ressonância do Governo, uma justiça que responda a tempo e horas ao cidadão e Cabo Verde tem uma justiça bastante manipulada pelos dois grandes partidos (MpD e PAICV) que faz com que os políticos corruptos nunca sejam presos. E até isso acontecer, consideramos que a democracia não chegou em pleno a Cabo Verde”, adianta Vicente.

O PP foi reconhecido no Tribunal Constitucional como uma nova força política em Cabo Verde em 08.12.15, tendo participado nas eleições legislativas de 2016, tendo Amândio Vicente como candidato do partido a Primeiro-ministro e cabeça de lista para o círculo eleitoral de Santiago Sul.

O Partido Popular de Cabo Verde – PP é uma organização política, comprometida com a construção de uma sociedade livre, solidária, económica e socialmente desenvolvida, preocupada com o equilíbrio ecológico, que tem como direcção política a declaração de princípios e as moções políticas aprovadas nos Conselhos dos Membros.

  1. JOAO

    SEJA BEM VINDO. Que venham mais Partidos para Cabo Verde. Três Partidos a representar o Povo no Parlamento é insuficiente.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.