Adeus Guy, o cavaleiro das ondas

11/10/2012 16:14 - Modificado em 11/10/2012 16:14

Com a devida vénia ao Asemana online o NN publica o seguinte artigo , associando-se ao luto pela morte de François Guy, o estrangeiro mais cabo-verdiano que um dia conhecemos. Hasta sempre , comandante !

 

 

Já foi a enterrar na praia, o pai dos desportos náuticos de Cabo Verde. François Guy, um vietnamita que também tinha a nacionalidade cabo-verdiana, morreu aos 60 anos na terça-feira, vítima de doença prolongada. Este cavaleiro das ondas representou por várias vezes a bandeira nacional em competições internacionais de windsurf.

 

Antigo campeão internacional, François Guy chegou em Cabo Verde na década de 80 e desde cedo reconheceu as potencialidades do nosso país para a prática dos desportos náuticos. Incentivou vários jovens a praticarem o windsurf na ilha do Sal, mas é na Boa Vista onde o cavaleiro das ondas fincou raiz. Guy formou várias gerações de windsurfistas e ainda dava aulas para turistas.

O cavaleiro das ondas, assim era chamado pelos amigos, foi convidado pelo ministério do Turismo para trabalhar como consultor na cidade da Praia. Junto com as autoridades promoveu Cabo Verde como um destino turístico com excelentes condições para a prática do windsurf. Foi ele quem organizou o primeiro campeonato mundial de windsurf, realizado na ilha do Sal.

E porque não conseguia viver longe das ondas, Guy deixou o serviço público em 1995 e regressou para a Boa Vista, onde com a esposa cabo-verdiana se estabeleceu de vez. Com 60 anos, não resistiu a uma doença prolongada e morreu na capital do país deixando sete filhos, na maioria cabo-verdianos. Ao país deixou a sua marca nos desportos náuticos e uma legião de amigos.

O cavaleiro das ondas foi a enterrar no cemitério da Várzea, cidade da Praia. Na hora de despedida foi homenageado com a morna “Caminho de mar ”, cantada na voz de Terezinha de Araújo.

 

 

 

http://asemana.sapo.cv/spip.php?article80998&ak=1

  1. Luis de Sousa Lobo

    Que a terra te seja leve e que o mar continue a visitar-te e alegrar-te como sempre fez em vida enquanto cavalgavas as suas ondas. Descansa em paz caro amigo.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.