Falta de “Sistema” condiciona emissão de passaportes nas ilhas do Fogo e Brava

27/06/2017 06:22 - Modificado em 27/06/2017 06:22

Utentes das ilhas do Fogo e da Brava mostram-se descontentes com a falta de “Sistema” que tem condicionando a emissão de passaportes. Os entrevistados afirmam estarem há mais de dois meses à espera do documento.

A falta de Sistema em Cabo Verde parece ser um problema sem solução. Os serviços públicos estão paralisados deixando uma onda de insatisfação no seio dos utentes e de desordem em determinados serviços da Administração Pública.

 A contestação de que nada funciona nos serviços públicos tem gerado situações de desordem obrigando a intervenção da polícia para acalmar os ânimos dos descontentes. Os utentes das ilhas do Fogo e Brava, naturalmente, não ficaram ilesos deste problema e reclamam da paralisação na emissão de passaportes.

A estudante Eli, da ilha do Fogo, assegura que solicitou o passaporte com intenção de dar início ao processo de bolsa de estudo, contudo, volvidos mais de dois meses não dispõe ainda do documento.

Mara acrescenta que foi informada de que não há previsão para a resolução do problema. A entrevistada chama a tenção do Governo para a resolução do problema que tem vindo a paralisar o país, trazendo sérios constrangimentos aos cabo-verdianos.

  1. JOAO

    Este problema afeta todos os Concelhos. Ninguém diz nada e não se sabe quando é que a situação normaliza.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.