Manecas dos Santos libertado depois de ouvido pelo Ministério Público

21/06/2017 01:42 - Modificado em 21/06/2017 01:42
| Comentários fechados em Manecas dos Santos libertado depois de ouvido pelo Ministério Público

O veterano da luta armada da Guiné-Bissau ‘Manecas’ dos Santos saiu hoje em liberdade depois de ouvido pelo Ministério Público, em Bissau, com termo de identidade e residência, informou o seu advogado, Carlos Pinto Pereira.

“Neste momento, vai para casa e vamos aguardar”, disse aos jornalistas, Carlos Pinto Pereira.

O Comandante guineense Manuel ‘Manecas’ dos Santos foi detido segunda-feira de manhã pela Polícia Judiciária na Guiné-Bissau.

O advogado explicou que ‘Manecas’ dos Santos foi “ouvido no âmbito de um novo processo por suspeita de simulação de crime com base na entrevista que deu ao Jornal de Notícias”.

“Está com termo de identidade e residência” e manteve, segundo o advogado, as declarações já afirmadas ao Ministério Público.

O veterano da luta armada pela independência da Guiné-Bissau tinha sido ouvido, há cerca de um mês, pelo Ministério Público, na capital guineense, para esclarecer as suas declarações sobre a iminência de um golpe de Estado no país.

Na ocasião, acompanhado pelo advogado e por alguns militantes do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), ‘Manecas’ dos Santos disse ter reafirmado perante os magistrados o que é “apenas uma opinião”.

“O meu depoimento correu muito bem, eu reafirmei aquilo que tinha a reafirmar. Acabou aí”, afirmou na altura ‘Manecas’ dos Santos, que enalteceu a postura dos magistrados que o ouviram.

Em entrevista ao jornal português Diário de Noticias, no passado mês de Abril, ‘Manecas’ dos Santos defendeu ser possível vir a acontecer um novo golpe militar na Guiné-Bissau devido à situação de impasse político que se vive no país há cerca de dois anos.

Lusa

 

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.