Crime passional: Dicha deixou carta a pedir desculpas

19/06/2017 14:38 - Modificado em 19/06/2017 19:54
| Comentários fechados em Crime passional: Dicha deixou carta a pedir desculpas

O NN sabe que Dicha Évora, que ontem se suicidou depois de matar a ex-companheira Cilene Patrícia, deixou uma carta ao pai onde explica os motivos e pede desculpas pelo seu acto.
A carta deixa ver, entre outras coisas , que o autor tinha premeditado o que fez. Pois, mostra que houve uma planificação e quando levou a ex-companheira para a zona da Ribeira de Julião já sabia o que ia fazer. O NN apurou que Dicha e Cilene tinham terminado um relacionamento do qual tinham dois filhos e que ambos já tinham arranjado os seus pares e seguiam as suas vidas. Mas familiares de ambos acham que “ nunca resolveram como deve ser o fim do relacionamento e que tudo indica que continuavam a se encontrar”. O que não está esclarecido é porque Dicha “tomou a decisão de acabar com a vida da ex-companheira e com sua “ O jovem é descrito pelos amigos como “ uma boa pessoa, encantadora “ e que nada previa esse desfecho.
A PJ aguarda pela autópsia para poder ter mais elementos, e com a ajuda da carta deixada por Dicha entender o que esteve por detrás deste crime passional.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.