Santo Antão: reforçar a Protecção Civil da ilha

16/06/2017 01:48 - Modificado em 16/06/2017 01:48
| Comentários fechados em Santo Antão: reforçar a Protecção Civil da ilha

O fogo em Pico da Cruz, Planalto Leste em Santo Antão, está controlado mantendo ainda o receio de que possa haver reacendimentos. A área é extensa com terreno de difícil acesso, sendo difícil, por isso, fazer um rastreamento de toda a área, onde não existe passagem para carros. À noite aumenta a preocupação pelo facto do escuro dificultar ainda mais o acesso e uma visão geral da área.

Uma necessidade apontada à ilha de Santo Antão tem sido a questão de uma Protecção Civil melhor preparada e capaz de dar respostas a eventualidades que possam acontecer na ilha, como a que se verificou nesta semana com este incêndio. Neste caso, foi necessário reforçar o combate com todas as unidades de bombeiros voluntários a se juntarem para combaterem o incêndio, tendo sido necessário o reforço do corpo de bombeiros de São Vicente.

No final do ano passado, a falta de uma ambulância e de uma viatura de combate a incêndios para o Concelho do Porto Novo, por exemplo, foi uma das reivindicações do corpo de bombeiros local. Reclamações que se vêm juntando aos restantes municípios. Em entrevista aos órgãos da imprensa, o edil do Paul chama a atenção para a necessidade de um Protecção Civil melhor preparada em Santo Antão, com ênfase em locais como o Pico da Cruz.

“Já é preciso dar mais atenção à Protecção Civil. Estas localidades devem ter pessoas formadas porque são os primeiros bombeiros porque quando há qualquer situação idêntica, até se contactar e a chegada dos bombeiros ao local, se houver formação e pessoas com conhecimentos, muita coisa pode ser evitada”, afirmou à RCV.

Para a Inforpress, Aleixo afirma que “os serviços de Protecção Civil em Santo Antão necessitam de mais atenção. Precisamos de mais viaturas preparadas para o combate a incêndios e meios para os bombeiros”. E, voltando-se para a questão do Planalto Leste, sublinha a necessidade de mais equipamentos. Para melhorar o local em caso de acidentes, aconselha a apostar na construção de acessos e de reservatórios para facilitar as operações de combate ao incêndio.

 

 

 

 

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.