Tubarões Azuis: São Vicente à espera dos jogos da selecção

14/06/2017 01:49 - Modificado em 14/06/2017 01:49

A derrota da selecção nacional de futebol no último fim-de-semana, a qual se soma quatro de forma consecutiva, faz com que o estádio Nacional deixa de ser o talismã esperado pela selecção. Nos primeiros jogos realizados no estádio os “tubarões azuis” demarcaram bem o seu terreno. O pedido, nunca antigo, tem sido a realização dos jogos da selecção nacional em São Vicente no Estádio Adérito Sena. Depois da derrota questões levantadas nas redes sociais, e nas conversas sobre o tema é a realização de jogos da selecção em outras paragens.

O último jogo realizado pela selecção nacional de futebol no Mindelo foi quando da primeira presença no CAN 2013, num amistoso com um misto local. Desde então a presença dos tubarões azuis tem sido em treinos, ou concentração.

Desde de 2013 que o Estádio Adérito Sena tem sido apontado como uma alternativa aos jogos da selecção, mas ainda o facto não foi consumado. A questão levantada sobre a certificação do relvado pela FIFA. O anúncio do relvado foi em 2013, em 2015 ficou aguardando a referida certificação. Isto aliado a vontade da câmara local em reformar o estádio, para os requisitos da FIFA a nível de proteção e segurança, assim como para o desenvolvimento do desporto na ilha.

O ditado diz que contra factos não há argumentos. Com todos os argumentos ainda o Estádio Adérito Sena não recebe jogos da selecção nacional, para desapontamento dos adeptos mindelenses que prefeririam apoiar de forma mais entusiástica a sua selecção. E muitas razões são apontadas para que possa acontecer jogos da selecção nacional em São Vicente.

“Penso que São Vicente sempre soube receber a selecção, e sempre apoio nos jogos de princípio ao fim sem calar”, como relembra Dário Cruz. Ele que diz lembrar dos jogos da selecção e da euforia na ilha para ver a selecção jogar. E agora lamenta o facto de não conseguir ver a selecção jogar na ilha.
A relação da ilha com a selecção nacional é amplamente demonstrada pelos aspectos. “A selecção sempre foi muito bem recebida em São Vicente, podemos ver logo quando a selecção chega a São Vicente já tem pessoas demonstrando apoio, vão aos treinos, e agora imagina nos jogos”, como diz Gérson Lopes. E não é o único a pintar este quadro de apoio incondicional a selecção. Manú Rodrigues fala com orgulho da selecção e sente que algo precisa ser feito para que possam ver a selecção a receber seus adversários em São Vicente. E fala como se um direito que as pessoas tem de ver e ter oportunidade de apoiar a sua zelação.

Neste sentido o apelo dos adeptos é a criação de condições para que possam ver os tubarões azuis em jogos oficias em São Vicente. “Há muito que as pessoas tem dito que São Vicente vai receber jogos mas tem sido igual”, como afirma Odair Neves. Ele que não entra na questão Praia-Mindelo, mas exige que seja criada condições para que São Vicente pode ser uma alternativa ao Estádio Nacional, e dar oportunidade de outras ilhas apoiar a selecção.

  1. Maria José

    kkkk. Agora que na Praia, o público nao vai mais ao Estadio Nacional, chegou a hora de redireccionar os jogos da selecao para S. Vicente. Somos restos. Isto é dispresivo e eu nao vou ao estadio para nao pactuar com as ideias centralizadoras e discrimionatorias dos direigentes desportivos e mesmo dos nossos governantes (do PAICV ou do MPD sao a mesma coisa).

  2. Maria José

    E o meu comentário? Onde está?
    Repito. Nós de Mindelo nao somos restos. Agora que o publico da Praia nao quer ir ao Estadio Nacional, nao somos nos a amparar os Tubaroes Azuis. Podem ficar na Praia. Nao queremos. Podem até ir jogar em Santa Luzia.

  3. Dje Guebara

    Bem dito. Uma palavra e basta.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.