Caça aos “fakes”: novo software identifica perfis falsos na web

13/06/2017 01:12 - Modificado em 13/06/2017 01:13
| Comentários fechados em Caça aos “fakes”: novo software identifica perfis falsos na web

Na tentativa de reduzir o número de perfis “fakes”, pesquisadores desenvolveram um novo método capaz de identificar esses internautas mais facilmente.

A técnica foi criada por cientistas da computação da Universidade de Edimburgo, na Escócia, e basicamente consiste em treinar as máquinas com determinados algoritmos para detectar utilizadores na rede — principalmente nas redes sociais — que omitem ou maquiam dados mentirosos fazendo-os passar por verdadeiros. Na prática, isso pode auxiliar as autoridades a encontrar, por exemplo, pedófilos e terroristas, que estão entre os que mais utilizam o catfishing.

A técnica consiste em treinar as máquinas com determinados algoritmos para detectar utilizadores na rede.

Os cientistas já realizaram testes com cerca de 5 mil perfis públicos num site de conteúdo adulto. As informações recolhidas foram usadas para treinar um software que, por sua vez, estima a idade e o género daquele utilizador com o máximo de precisão. Também foram analisados o estilo de escrita em comentários e o quanto os internautas são activos na página de relacionamentos.

 

A partir daí, o mecanismo comprovou que, de todos os inscritos no site adulto que possuem uma conta aberta, 40% mentiu sobre a própria idade; outros 25% disseram ser de um género diferente, sendo que as mulheres se mostraram mais propensas a enganar do que os homens.

Fonte: tecmundo.com.br

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.