Trabalhadores da RTC do Mindelo avançam para greve de dois dias

9/10/2012 14:29 - Modificado em 9/10/2012 14:30

Os trabalhadores da Rádio e Televisão Cabo-verdiana, em São Vicente deram instruções ao SIMETEC para entregar um pré-aviso de greve à administração da empresa. Os trabalhadores estão decididos em realizar uma greve de dois dias caso, a administração da RTC não lhes atender as suas reivindicações.

O Sindicato de Metalomecânica, Transporte, Turismo e Comunicações realizou um encontro com os trabalhadores da Rádio e Televisão Cabo-verdiana, em São Vicente para tomarem uma decisão a cerca dos problemas que afectam esses funcionários. As partes envolvidas chegaram a um acordo para realização de uma greve de dois dias, caso a administração da RTC não atender as reivindicações dos funcionários.

Segundo Tomás Delgado, presidente do SIMETEC “os trabalhadores estão determinados em levar a sua lutar adiante, pelo que determinaram realizar uma greve nos dias 18 e 19 de Outubro. Isto porque possuem uma série de revindicações que até agora não foram atendidas. Neste caso, o pagamento dos salários referente ao mês de Setembro, fixação da data para o pagamento dos salários, clarificação na gestão da empresa e compromisso do Governo em assumir a sustentabilidade da empresa”.

Solução

O SIMETEC diz que apoia os trabalhadores na luta por essas revindicações, pelo que classifica de justa a decisão dos funcionários em realizarem uma greve. Tomás Delgado assegura que o sindicato vai entregar um pré-aviso de greve, nesta quarta-feira à administração da RTC e que o SIMETEC está disposto a sentar-se na mesa das negociações, caso a empresa estiver aberta a negociações e disponível para satisfazer as revindicações dos trabalhadores.

Mas caso essas revindicações não sejam atendidas a  solução será a paralisação dos trabalhos nos dias 18 e 19 de Outubro. “ Os trabalhadores estão revoltados com a situação e uma acção de luta pode vir a ser a melhor decisão, isto porque a empresa não lhes dá outra alternativa e face a situação que as coisas chegaram a greve espelha-se como a solução dos problemas”.

  1. Pedroso

    Que paralizem porque ninguém vai sentir falta dessas palhaçadas que andam a divulgar na TCV/RTC.Existe canais melhores c ujo cidadão já tem acesso.Que mergulhem todos lá pro fundo do mar sem se conseguir sobreviver.Pulhos e pulhas de uma figa.Abaixo medíocres jornalistas!

  2. José Leite

    Agora os jornalistas nao sao chamados a propagandiar os serviços do Governo.Por isso sao agora ignorados e esquecidos. O tempo agora é de reflexao. Agora nao hà eleiçoes e para que servem os jornalistas? Força, façam valer os vossos direitos.

  3. LUIS GRACA

    Ninguem vive sem salario ou sem o seu sustento! Em bom portugues … nao brinquemos com o ganha pao de cada um! Um sanvincentino atento!!

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.