Grupo Desportivo “Mindel Night Run & Walk” quer dinamizar o atletismo na ilha de São Vicente

31/05/2017 07:58 - Modificado em 31/05/2017 07:58
| Comentários fechados em Grupo Desportivo “Mindel Night Run & Walk” quer dinamizar o atletismo na ilha de São Vicente

O Grupo Desportivo “Mindel Night Run & Walk” formou-se em 24 de Fevereiro do ano passado. A missão do grupo é a festa semanal do desporto gratuito para todos, quer a correr ou a caminhar, pelas ruas da cidade do Mindelo.

 

“O grupo “Mindel Night Run & Walk” surgiu porque vivia na cidade de Coimbra onde existe os “Coimbra Night Runners”, à semelhança de muitas cidades do mundo e, com o meu regresso a Cabo Verde, contactei alguns amigos que gostam de correr e iniciámos este projecto”, frisa o fundador e um dos organizadores, Salvador Mascarenhas.

“Mindel Night Run & Walk” é um desporto gratuito para todos e encontra-se dividido em dois grupos: caminhada e corrida pela cidade do Mindelo e, noutras ocasiões, fora da cidade. Entretanto, a actividade desportiva é realizada todas as quartas-feiras “quartas-loucas”, às 19:00h, com concentração na Praça Dom Luís.

Salvador Mascarenhas afirma que a ideia do grupo não é só de convívio desportivo gratuito para todos, mas também é uma forma de dinamizar o atletismo aqui na ilha de São Vicente passando pela organização de uma ou duas corridas anuais para começar e considera que “há uma carência enorme de eventos desportivos no Mindelo, cidade outrora dinâmica, mas que o centralismo governamental tem depauperado”.

Para além de praticar o desporto e estar com o corpo em forma, o grupo também realiza convívios para uma maior interacção uns com os outros. “Existe um núcleo coordenador que vai organizando e coordenando as actividades que, para além da parte desportiva, também abarca convívios entre as pessoas que participam”, afirma Salvador Mascarenhas.

Em relação à aderência de pessoas ao grupo, Mascarenhas avança que no início houve uma grande adesão e depois houve uma desaceleração, e realça que, “de momento, estamos num período de crescimento sólido em que já temos um núcleo fixo de participantes que além das quartas-feiras ainda corre e anda à segunda-feira e à sexta-feira”.

Para finalizar, Salvador Mascarenhas diz que o objectivo tem sido alcançado paulatinamente e os elementos sentem a sua evolução na capacidade de “correr ou galgar” algumas das colinas da cidade.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.