PM já fez as contas e diz que o Estado vai meter um milhão de euros na BINTER

30/05/2017 04:49 - Modificado em 30/05/2017 04:49
| Comentários fechados em PM já fez as contas e diz que o Estado vai meter um milhão de euros na BINTER

O primeiro-ministro  confirmou  no Parlamento que o investimento do Estado em 19% do capital da companhia aérea Binter Cabo Verde rondará os 1,1 milhões de euros, tal como avançado pela Lusa na semana passada. 

No arranque da sessão parlamentar de maio, Ulisses Correia e Silva, adiantou que, além da cedência comercial das rotas, avaliada em 30%, o Estado cabo-verdiano irá desembolsar 126.238 milhões de escudos (1,114 milhões de euros) para adquirir os restantes 19% que completarão a participação pública no capital social da companhia.

A companhia Binter Cabo Verde irá assegurar a partir de agosto em exclusividade os voos domésticos no arquipélago, além das ligações com o Senegal e a Guiné-Bissau, ao abrigo de uma parceria que prevê a entrada do Estado cabo-verdiano na companhia com a aquisição de 49% do capital social.

Com esta decisão, a companhia aérea pública Transportes Aéreos de Cabo Verde (TACV) deixará de operar no mercado interno, devendo a sua operação internacional ser igualmente reestruturada com vista à privatização.

De acordo com o Boletim Oficial, a Binter Cabo Verde aumentou, em dezembro de 2016, o seu capital social para 6,025 milhões de euros (664.410.000 escudos cabo-verdianos) correspondentes a 664,410 ações ao preço nominal de 1.000 escudos cabo-verdianos (cerca de nove euros) por ação.

Segundo cálculos da agência Lusa, 49% do capital social correspondem a 2,952 milhões de euros (325.560.900 escudos cabo-verdianos) e 19% a 1,114 milhões de euros (126.237.900 escudos cabo-verdianos).

Ao assumir 49% do capital social, o Estado fica com 325.560 ações, sendo que a parte do capital social relativa ao investimento de 19% corresponde a 126.237 ações.

Confrontado, na sexta-feira passada, com os cálculos que apontam para a necessidade de o Estado cabo-verdiano investir cerca de 1,1 milhões de euros, além da cedência das rotas comercias, Ulisses Correia e Silva escusou-se a confirmar.

“Não confirmo porque ainda não fiz as contas. No momento certo esta operação irá ser realizada”, disse.

Confirmação que chegou hoje durante o debate parlamentar.

A Binter Cabo Verde é uma companhia de direito cabo-verdiano, que tem atualmente como único acionista a empresa Apoyo Y Logistica Industrial Canária, Sociedade Limitada.

LUSA 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.