CS Mindelense vence Académico do Sal e cimenta liderança do grupo B

29/05/2017 04:37 - Modificado em 29/05/2017 04:42
| Comentários fechados em CS Mindelense vence Académico do Sal e cimenta liderança do grupo B

Os tetracampeões nacionais venceram no sábado a equipa do Académico do Sal por 2-0, na terceira e última jornada da primeira volta e lideram, de forma isolada, o grupo B com 9 pontos.

Após a vitória na segunda jornada em casa frente à Académica do Porto Novo por 2-1, o Mindelense voltou a receber outro campeão regional mas este da Ilha do Sal, o Académico, e não deu hipóteses nenhumas aos comandados de Nelito. Num jogo que contou, mais uma vez, com grande moldura humana em apoio à formação da casa, até foi a formação do Sal que chegou de forma tímida à baliza de Piduca com dois remates que não levaram perigo nenhum. O Mindelense chegou com perigo por duas vezes à baliza contrária antes dos 24 minutos quando Papalélé, o suspeito do costume, apareceu para finalizar, à boca da baliza, um cruzamento milimétrico da esquerda do ataque encarnado feito pelo centrocampista Yuran.

Com o golo, os adeptos dos Leões da rua de Praia foram ao delírio e, em cima do intervalo, aos 41 minutos, por escassos centímetros, o defesa central e capitão do Mindelense, Toi Adão, não dilatou o resultado, atirando a bola por cima da baliza à guarda do salense Eri, sendo mesmo o último lance digno de registo na primeira parte. Na segunda parte, Rui Alberto Leite fez entrar Day para o lugar de Erickson que, mais uma vez, mostrou serviço. É que em cima dos 70 minutos de jogo, isolado por Ivan, na cara de Eri, não deu hipóteses, marcando o segundo golo para os encarnados. Diga-se até que Day traz sempre do banco o selo do golo, pois na primeira jornada fez o mesmo frente ao Paulense DC. Uma aposta claramente ganha por Rui Alberto.

Passados apenas dois minutos do segundo golo encarnado, a equipa do Sal ficou reduzida a dez jogadores após a expulsão do camisola 15, Netcha, por acumulação de cartões amarelos. Se o jogo feito pelo Académico até à expulsão de Netcha não tinha sido muito do agrado do público, com um pouco de anti-jogo não muito digno de um campeão regional, o Mindelense dispôs de muitas situações para aumentar o “score”: a primeira por Day que, logo após a expulsão, atirou ao poste. Após a falta de sorte de Day, Papalélé também não teve muita sorte e não chegou a tempo de finalizar um bom cruzamento de Larry. Em cima dos 90 minutos, foi a vez de Papalélé atirar com estrondo à barra da baliza dos salenses e, na recarga, Latche não deu melhor direcção à bola desperdiçando o terceiro.

O resultado foi escasso para o Mindelense que poderia ter saído deste jogo com mais golos. Já a equipa do Sal leva um resultado meigo face ao que se passou ao longo dos 90 minutos de jogo. Com este resultado, o Mindelense, beneficiando do empate a duas bolas entre as duas equipas Norte e Sul de Santo Antão, o Paulense e a Académica PN, fecha a primeira volta com 7 pontos de avanço na liderança do grupo.  

Equipas do jogo:

CS Mindelense: Piduca (GR), Djosa, Toi Adão, Ivinha, Vinha, Dario, Ivan, Yuran, Erickson, Latche e Papalélé. Suplentes: Hélio (GR), Hidélvis, Fache, Djinkelly (utilizado), Day (utilizado), Larry (utilizado) e Nené. Treinador: Rui Alberto Leite.

Académico do Sal: Eri (GR), Dany, Netcha, Beto, Cleidir, Tchoka, Maldini, Petrov, Kevin, Baganha e Anilton. Suplentes: Rosse (GR), Djack, Dé, Duck (utilizado), Blada (utilizado), Ravi (utilizado) e Mama. Treinador: Nelito.

Equipa de Arbitragem: árbitro principal – Henrique Pina, assistentes – João Paulo Pires e Natálio Andrade (todos Ilha do Fogo), quarto árbitro – Wilson Fernandes (São Vicente).

Resultados e classificação grupo B:

CS Mindelense 2-0 Académico do Sal

Paulense DC 2-2 Académica Porto Novo

Classificação:

1- Mindelense 9 pontos; 2- Académica PN 2 pontos; 3- Paulense DC 2 pontos; 4- Académico Sal 2 pontos.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.