Acidente de trabalho na Fazenda: Negligência técnica apontada como causa do desabamento do prédio

25/05/2017 04:47 - Modificado em 25/05/2017 12:51
| Comentários fechados em Acidente de trabalho na Fazenda: Negligência técnica apontada como causa do desabamento do prédio

Responsáveis da Câmara Municipal da Praia apontam para uma negligência técnica as causas do acidente que levou ao desabamento do prédio de dois andares na zona da Fazenda. O acidente fez, até agora, um morto e cinco feridos. Mulheres “rabidantes” que se encontravam a vender debaixo do prédio conseguiram sair ilesas.

 

Sabe-se que o prédio que se encontrava em obras de recuperação tinha sido construído há mais de trinta anos. Um vizinho disse ao NN que outras pessoas já tinham alertado para o perigo eminente, uma vez que as condições de segurança não estavam a ser seguidas.

“O prédio foi levantado sobre água do mar, por isso, a construção não foi bem-feita. A vida das pessoas não foi tida em conta. O trabalho foi mal executado pelo engenheiro”, disse um vizinho.

Segundo informações recolhidas, foram retirados alguns pilares que sustentavam a construção. Há quem acredite que se não fossem retirados poder-se-ia ter evitado a tragédia.

Tentámos entrar em contacto com a proprietária do prédio, a Senhora Maria Duarte, para recolher mais informações, contudo, apesar das tentativas, tal não foi possível. A área e toda a estrada foram isoladas para perícia a fim de se identificar o motivo do desabamento.

Informação apurada pelo NN dá conta que o licenciamento do prédio foi concedido em Novembro do ano passado. Responsáveis da Câmara Municipal da Praia asseguram que a obra foi licenciada para remodelação e que se encontrava em conformidade.

Contudo, não foi suficiente para evitar o trágico acidente que resultou na morte de um operário de 18 anos e de cinco feridos, dois deles em estado grave.

O jovem Natalino Cardoso Moreno, residente em Alto da Glória, morreu soterrado pelos escombros e, até agora, é a única vítima mortal. Os bombeiros continuam a trabalhar na tentativa de resgatarem possíveis vítimas.

Os técnicos estão no local averiguando a situação. Resta saber quem será responsabilizado pelo trágico acontecimento que vitimou homens chefes de famílias que saíram das suas casas à procura de sustento para as suas famílias.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.