Indivíduo acusado de queimar companheira com uma vela fica sob TIR

8/10/2012 06:45 - Modificado em 8/10/2012 06:45

O Juízo Crime de São Vicente aplicou Termo de Identidade e Residência ao cidadão acusado de queimar a sua companheira com uma vela. O caso foi entregue ao Ministério Público para se apurar os factos que acusam o indivíduo de praticar o crime de Violência Baseada no Género.

 

O cidadão, de 52 anos ,que foi detido pela Polícia Nacional, após ser acusado de agredir a sua companheira na zona de Fonte Felipe foi colocado em liberdade, sob TIR. Segundo o que apuramos a decisão do juiz de instrução criminal deveu-se a versão dos factos apresentada pelo arguido durante o primeiro interrogatório.

O depoimento do acusado contradiz o prestado no auto de detenção, pelo que magistrado recorreu ao Termo de Identidade e Residência e apresentação quinzenal na Esquadra de Fonte Inês, como medidas de coacção devido a algumas dúvidas que ficaram por esclarecer.

Para esclarecer essas dúvidas, o juiz enviou o processo-crime para o Ministério Público para se apurar os factos que acusam o indivíduo de praticar o crime de Violência Baseada no Género.

Recorde-se que a companheira do cidadão encontra-se internada nos serviços de Cirurgia do HBS com sinais de queimaduras nas costas e lesões na face. De acordo com a vítima as queimaduras foram provocadas pelo companheiro com auxílio de uma vela. E segundo informações colhidas no HBS, a paciente sofreu queimaduras de 2º grau, que apontam para a necessidade de submete-la a uma intervenção cirúrgica.

  1. keke

    kela é trosa pripi gaju ta kema algue i inda é ta continua soltu

  2. Tomázia Teixeira

    É triste ouvir essas notícias que continuam realçando a pobreza de espírito, a cobardia, o atraso mental e psíquico, o cinismo, a falta de evolução, a ignorãncia desses muitos dos nossos parceiros “homem”, que ainda não aprenderam a utilizar a discussão positiva, a conversa como meio de solução para muitos problemas do dia à dia. Esses que fazem da violência , o seu broche de solução só me metem pena. Nem a minha raiva merecem.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.