Nicolás Maduro acusa EUA de promover violência para controlar o país

22/05/2017 05:14 - Modificado em 22/05/2017 05:14
| Comentários fechados em Nicolás Maduro acusa EUA de promover violência para controlar o país

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, acusou o seu homólogo norte-americano, Donald Trump, de agredir a Venezuela com ações «terroristas, violentas e desestabilizadoras», para «tomar o controlo político» do país.

O governante insistiu que a comandar as forças violentas e a intolerância no país está «a mão imperialista de Donald Trump».

«Donald Trump está metido nesta conspiração e agressão que tem como propósito tomar o controlo político da Venezuela, recolonizar a Venezuela», disse Maduro a um o programa radiofónico e televisivo.

Ainda denunciou que está em curso uma «operação mundial» para «chantagear artistas e desportistas venezuelanos, para que se pronunciem contra o seu governo».

«Denuncio a operação mundial que há sobre importantes personalidades da arte e do mundo do desporto, uma operação dirigida pelos EUA, para pressionar desportistas e artistas famosos para que se pronunciem contra mim e sobre a situação da Venezuela», frisou.

 

abola.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.