Jovem Eliseu Gonçalves será ordenado diácono em Agosto

18/05/2017 04:51 - Modificado em 18/05/2017 04:51
| Comentários fechados em Jovem Eliseu Gonçalves será ordenado diácono em Agosto

Eliseu Gonçalves é natural do Concelho de São Domingos, ilha de Santiago, Paroquia de São Nicolau Tolentino, mas encontra se a estagiar na Paroquia de Santo Amaro Abade. Estudou na Universidade Católica Portuguesa de Lisboa. Depois de uma longa e intensa caminhada o jovem esta decidido me dar o seu SIM, ordenando diácono. A cerimónia será presidida pelo Cardeal Dom Arlindo na paróquia de origem.

 

A Paróquia de Santo Amaro Abade Tarrafal acolhe no dia 27 de Agosto a ordenação do jovem Eliseu Gonçalves. Depois de terminar a formação universitária em Filosofia e Teologia então seminarista estagiário mostra se convicto da sua decisão e diz que a sua caminhada tem sido muito bom. Nas diversas comunidades tem vivido uma experiência onde está «aprendendo a ser padre”.

O seminarista Eliseu Gonçalves diz que a experiencia tem sido de “grande descoberta”. O futuro sacerdote assume que a descoberta do chamamento partiu da sua experiência familiar uma vez que foi criado numa família religiosa, o que lhe facilitou na decisão.

Frequentou sempre a Igreja, participando de grupos de acólito, grupo coral. A participação no grupo vocacional no seminário Espiritano crucial para entender o chamamento, segundo o mesmo.

O que lhe despertou ainda criança foi “a figura do Padre como alguém diferente e especial e isto ficou na minha memória. A partir daí a vontade de ser Padre sempre esteve na linha da frente entre as várias vocações que podia seguir”.

Contudo confessa que a opção de casar se ou ser padre não foi uma decisão fácil, mas que guiado pelo Espirito Santo e com o apoio dos formadores conseguiu fazer uma escolha consciente. “Senti saudade dos velhos tempos” mas foi importante na sua decisão.

“Serei ordenado diácono para estar ao serviço da Palavra, enquanto ministro da Palavra na liturgia anunciando o evangelho; ao serviço do Altar, como colaborador do Bispo e do Sacerdote; e ao serviço da caridade no meio do Povo de Deus. É uma etapa, que penso ser muito importante e rico na minha formação, rumo ao ministério sacerdotal, e com a Graça de Deus”.

O futuro padre exorta os jovens a responder o chamado sem medo, pois Jesus não nos rouba nada, quando Ele nos chama é porque Ele tem algo maior para nós, e mesmo que neste momento não sejamos capazes de ver tudo, temos que arriscar, dar o segundo passo porque o primeiro Ele já deu por nós”.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.