Trump terá partilhado informação «altamente secreta» com dirigentes russos

17/05/2017 08:20 - Modificado em 17/05/2017 08:20
| Comentários fechados em Trump terá partilhado informação «altamente secreta» com dirigentes russos

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, terá partilhado informação altamente confidencial sobre o Estado Islâmico com o ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Sergei Lavrov, e com o embaixador russo, Sergey Kysliak, durante um encontro na Casa Branca, em Washington, avança o jornal Washington Post.

Donald Trump partilhou informação «altamente secreta» sem autorização do aliado, colocando em risco a própria fonte.

A informação transmitida a Trump pelo aliado foi considerada tão sensível que os detalhes foram rigorosamente restringidos, mesmo dentro do governo norte-americano. O Washington Post sublinha que sabe a cidade onde reside a fonte, mas não a partilha, bem como outras informações, por ser um assunto tão sensível.

O parceiro não deu permissão aos Estados Unidos para compartilhar o material com a Rússia, e as autoridades disseram que a decisão de Trump de fazer isso põe em risco a cooperação de um aliado que tem acesso ao funcionamento interno do Estado Islâmico.

É certo que os Estados Unidos e a Rússia têm interesses comuns na luta contra o Estado Islâmico, mas as duas potências têm visões diferentes noutros planos do planeta, como a Síria.

 

abola.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.