Dia Internacional da Família

16/05/2017 04:56 - Modificado em 16/05/2017 04:56
| Comentários fechados em Dia Internacional da Família

Este ano, o dia está subordinado ao tema “Mães e Familiares: Desafios num Mundo em Transformação” e centra-se no papel essencial das mães no seio das famílias e comunidades em todo o mundo.

Em 1993, a Assembleia-Geral das Nações Unidas proclamou o dia 15 de Maio como Dia Internacional da Família. Desde esse ano, a ONU tem celebrado este dia chamando a atenção para determinadas questões que influenciam o dia-a-dia da Família. Este dia foi definido em 20 de Setembro de 1993, em deliberação da Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU).

Desde então, no dia 15 de Maio há sempre, em várias partes do mundo, conferências e celebrações para discutir e traçar projectos para o futuro da instituição familiar.

A ideia é alertar para o papel fundamental que as mães desempenham no seio da família e da sociedade. Nesta data é importante que as pessoas revejam os seus conceitos sobre a família, assim como os papéis de cada um dentro da mesma.

Geralmente, no dia 15 de Maio, o Secretário-Geral da ONU emite um comunicado ou faz um pronunciamento a respeito desses problemas e das possíveis medidas que podem ser tomadas em relação aos mesmos.

O Secretário-geral das Nações Unidas afirma que as mães desempenham um papel crucial na família que representa, por sua vez, um factor poderoso de coesão e integração social. A relação entre mãe e filhos é vital para o desenvolvimento saudável dos filhos. As mães não são apenas prestadoras de cuidados; são elas também, em muitos casos, que provêm ao sustento das suas famílias. No entanto, as mulheres continuam a enfrentar enormes desafios durante a maternidade, alguns dos quais põem até a própria vida em risco.

“A violência contra as mulheres, muitas das quais são mães, continua a ser uma das violações mais comuns dos direitos humanos do nosso tempo e o acesso à educação deve ser assegurado”, conforme documenta.

Enfrentamos múltiplos desafios neste mundo em transformação, mas há um factor que se mantém: a importância intemporal das mães e o seu contributo inestimável para a formação da próxima geração. Reconhecendo os seus esforços e melhorando as suas condições de vida, poderemos assegurar um futuro melhor para todos.

A celebração do Dia Internacional da Família visa, entre outros objectivos, destacar a importância da família, reforçar a mensagem de união, amor, respeito e compreensão necessárias para o bom relacionamento de todos os elementos que a compõem, chamar a atenção da população para a importância da família como núcleo vital da sociedade e para os seus direitos e responsabilidades, sensibilizar e promover o conhecimento relacionado com as questões sociais, económicas e demográficas que afectam a família.

O primeiro Dia Internacional da Família foi celebrado em 1994. O tema do Dia Internacional da Família 2016 foi: “Famílias, vidas saudáveis e futuro sustentável”.

A família opera como o principal agregado de conexões no qual os sujeitos interagem entre si. Foi a partir do núcleo familiar que a sociedade como um todo ganhou corpo ao longo da história humana. Contudo, a decisão da ONU, enquanto organização internacional, de escolher um dia para homenagear a família está relacionada com os problemas e transformações que essa “célula social” vem apresentando desde o século XX.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.