Ruas do Mindelo pintadas de vermelho para festejar o tetracampeonato do SL Benfica

15/05/2017 08:18 - Modificado em 15/05/2017 08:18

O Sport Lisboa e Benfica conquistou o tetracampeonato este sábado, o primeiro da sua história e, como tem sido hábito, a festa estende-se além-fronteiras e, em São Vicente, as ruas principais da cidade do Mindelo pintaram-se de vermelho, numa festa que teve direito a Trio Eléctrico de “Montsu” e a famosa “Mangueirada”.

Após o apito final no Estádio da Luz num jogo em que os “Encarnados” venceram por cinco bolas sem resposta o Vitória de Guimarães, adeptos e simpatizantes do clube da Luz juntaram-se em grande número na cidade do Mindelo para festejarem juntos a conquista do trigésimo sexto campeonato da História do Clube, ganhando mais importância pelo facto de ser o quarto conquistado de forma consecutiva.

Praça Nova foi o epicentro da festa, local este considerado o Marquês de Pombal de São Vicente sempre que o Benfica festeja um título de campeão. Com a famosa “Mangueirada” a seguir à frente dos milhares de simpatizantes, onde muitos preferiram o banho de água, atrás seguia o trio Eléctrico de Monte Sossego onde a festa era rija e a famosa música que parece ter pegado moda no gosto dos benfiquistas, “comi Porto, Bebi Sporting”, era entoada com muito fulgor e também não faltou uma boa música de Carnaval do Grupo de “Montsu” para extasiar a multidão. Uma festa que parecia os festejos dos “Mandingas” que arrastam consigo milhares de pessoas todos os anos, mas já lá vai o tempo em que este grupo saiu à rua pela última vez este ano.

Quem pensou que a festa era só para os apaixonados do Benfica enganou-se, pois sempre houve espaço para os eternos rivais do Sporting e do FC Porto marcarem presença na festa e, como tem sido hábito, vestem-se a rigor para mostrar o clube do coração e, em sinónimo de muito fair-play e desportivismo, comemoram juntamente com os amigos benfiquistas o sucesso Encarnado. Como se não bastasse a chama imensa que vem da alma de um benfiquista, os copos nas mãos desses adeptos não faltavam para a comemoração ficar completa. Com a multidão a cumprir uma grande volta pelas ruas principais da cidade, o enredo só acalmou quando o Trio Eléctrico seguiu para Monte Sossego.

A festa foi rija e muitos adeptos encarnados durante os festejos desejaram já a conquista do Penta. Ficou provado, mais uma vez, que o clube da Luz faz parar São Vicente cada vez que consegue conquistar um título de campeão nacional. Imitando o benfiquista Guilherme Cabral, “A história que faltava contar”.  

  1. Agostinho Fonseca

    Sou um fan de fiutebol mas não me meto em correrias disparatadas.
    Pena é o povo de S. Vicente não sair à rua para coisa mais séria.

  2. Augusto Galina

    Nada a fazer. Este povo é imprevsisvel e não se pode contar com fanàticos para melhorar a mente de uma Nação chefiada por pendintes desonestos. Não temos gente, não temos estruturas; temos vaidade e folia.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.