Governo cede a pressão do Banco Mundial e não mete mais dinheiro nos TACV

12/05/2017 04:51 - Modificado em 12/05/2017 04:51
| Comentários fechados em Governo cede a pressão do Banco Mundial e não mete mais dinheiro nos TACV

Antes tarde que nunca é o ditado que parece se adaptar  a medida do governo  que deixou de subsidiar a transportadora de bandeira , TACV. Parece mas não é , pois os governos quer do MpP quer do PAICV  escolheram o nunca parar de meter o dinheiro dos contribuintes no sorvedouro chamado TACV – E este governo toma a medida tarde porque  está pressionado pelo Banco Mundial e pela União Europeia que condicionaram a ajuda orçamental  a resolução do “ problema TACV”.

 

E sem outra saída  o Conselho de Ministros  , de quinta –feira , decidiu que o governo vai deixar  subsidiar a companhia aérea TACV, tendo mandatado os ministros das Finanças e Economia para fazerem aprovar o plano de reestruturação da empresa para “implementação imediata”.”O Governo decidiu não utilizar fundos públicos para continuar a subsidiar a empresa deficitária e sem perspetivas de sustentabilidade na situação em que se encontra”, disse Luís Filipe Tavares, sem avançar mais pormenores. Luís Filipe Tavares adiantou que a TACV tem necessidades de financiamento de 18 a 30 milhões de euros e lembrou que a companhia perdeu 22 milhões em 2014, 35 milhões em 2015 e aproximadamente 17 milhões de euros em 2016.

A decisão do Governo surge depois de, na segunda-feira, em entrevista à agência Lusa, a representante do Banco Mundial para Cabo Verde, Louise Cord, ter revelado que a ajuda orçamental ao país irá continuar suspensa até à apresentação do plano de reestruturação da companhia, sublinhando os riscos fiscais que a atual situação representa.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.