Salamansa: Moradores reclamam do lixo deixado na praia

9/05/2017 08:05 - Modificado em 9/05/2017 08:05
| Comentários fechados em Salamansa: Moradores reclamam do lixo deixado na praia

Alguns moradores da zona Piscatória de Salamansa, São Vicente, encontram-se revoltados com a poluição deixada na “Prainha do Sossego” por pessoas de outras zonas. O lixo deixado no local por parte de pessoas desconhecidas preocupa alguns moradores desta localidade que pedem urgente intervenção da Câmara Municipal da ilha.

 

Numa ronda feita ao local, o NN deparou que a praia que fica situada em Salamansa, perto do “Restador de Botes” encontra-se poluída, com vários objectos, nomeadamente, vidros, plásticos, ente outros, o que provoca poluição no mar e certos riscos à saúde pública dos banhistas.

Para Cinthya Matias, a poluição na “Prainha do Sossego” é um problema que se arrasta há muito tempo e que não se resolve. “Desde há muito tempo que pessoas de outras zonas se deslocam a esta praia para passearem. Algumas delas deixam o local todo sujo e as que recolhem o lixo deixam-no na praia à espera que os funcionários da Câmara Municipal o recolham. Entretanto, o lixo não é recolhido e os cães espalham todo o lixo na praia”, considera.

Cinthya Matias avança que a “Prainha de Sossego” é um lugar calmo, lindo, agradável onde podemos dar um passeio em família, onde as crianças podem brincar tranquilamente e merece ser preservada.  

Por outro lado, Jaime Fonseca afirma que as pessoas da cidade do Mindelo foram as primeiras a colocarem o nome à praia: “Prainha do Sossego”, e realça que “deveriam preservar a nossa praia e honrar o seu nome, pois sossego depende de higiene e bem-estar”.

Tatiana Matias diz que as pessoas têm que se consciencializarem dos perigos que a poluição provoca e acrescenta que “quando terminarem o passeio, devem organizar e juntarem-se para limpar a praia para que os próximos visitantes encontrem a praia limpa”.  

Ambos os entrevistados fazem um apelo às autoridades competentes para que tomem medidas urgentes, porque a época da desova das tartarugas já está próxima e o lixo arrastado para o mar coloca em risco a vida dessa espécie, para além da saúde pública.

No entanto, os moradores da zona têm vindo a recolher todo o lixo deixado na praia pelas pessoas das outras localidades que vêm passear no local.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.