PAICV acusa CMSV de pretender fazer “negócio da China” com terrenos de 5800 metros quadrados,

9/05/2017 07:51 - Modificado em 9/05/2017 07:51

Alcides Graça, líder do PAICV  em São Vicente, acusa  a CMSV de  pretender entregar um terreno de 5800 metros quadrados, onde funciona a academia de futebol Carlos Alhinho ao empresário  Manuel Santos para receber em troca um outro espaço, com menos de metade da dimensão, junto ao Hospital Baptista de Sousa, para alargamento da infra-estrutura de saúde, mas o PAICV opõe-se vivamente e ameaça com tribunal.

Graça reconhece que o hospital precisa ser alargado, mas não concorda com o que chama “negócio da china” para promover a “especulação imobiliária” passando para o empresário Manuel Santos, um “fervoroso apoiante do MpD”, um espaço nobre de vocação desportiva.

A Assembleia Municipal de São Vicente agendou o assunto para a sessão desta terça-feira, mas o PAICV apelou ao “povo de São Vicente” para se pronunciar na Assembleia Municipal, e prometeu  entrar  com um processo no tribunal para defender os interesses de São Vicente.

  1. Barbosa

    Os grandes e arcaicos pavilhoes do HBS poderiam ser bases para alargar/modernizar o referido hospital. Se nao estou em erro sao 8 pavilhoes enormes que se reconstruidos aumentando um piso a cada aumentaria a capacidade sem ter que criar anexos dispersando servicos e obrigando utentes e funcionarios a “vaivens” desnecessarios.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.