CVMA: Artista mindelense Ceuzany arrebata prémio de melhor Intérprete Feminino e melhor Música Tradicional

8/05/2017 04:42 - Modificado em 8/05/2017 04:42

A música “Cabo Verde lá fora” da artista mindelense Ceuzany Pires foi distinguida com o prémio de melhor Música Tradicional. O talento incomparável que a levou a pisar os palcos em vários cantos do mundo também convenceu os júris do CVMA de que seria ela o melhor intérprete feminino do Cabo Verde Music Awards (CVMA), na VIIª edição que aconteceu no passado sábado, dia 06, na FIC, Praia.

Como já é habitual, o palco da FIC na cidade da Praia voltou a acolher mais uma edição do Cabo Verde Música Awards. A Gala de entrega dos prémios da VII edição, show de vozes, aconteceu na noite do dia 06, um evento que contou com a participação de diferentes artistas cabo-verdianos. 

Depois de ter ganho no ano passado o prémio de melhor artista em palco, a artista mindelense Ceuzany Pires conseguiu, com a sua voz encantadora, encantar os presentes, convencer os cabo-verdianos e o CVMA de que seria a melhor voz feminina. Para além deste prémio, a cantora arrebatou ainda o prémio de melhor música internacional.

A melhor música internacional, “Cabo Verde lá fora” continua a fazer grande sucesso tanto nacional como na diáspora. Ceuzany Pires mostrou-se satisfeita e agradeceu o público com a sua forma de ser única.

Ceuzany iniciou o seu percurso artístico no Festival dos Pequenos Cantores, quando tinha apenas 12 anos. A sua voz não foi confundível ao júri que, unanimemente, atribuiu o prémio de vencedora do concurso musical.

A sua voz potente, sensual e incomparável levou-a a pisar outros palcos onde demonstrou a sua capacidade. A sua carreira musical foi evoluindo de forma muito rápida. Com o grupo Eclipse, de Santo Antão, com quem fez várias actuações e uma digressão que os levou a França e à Holanda.

Uma vez integrada no grupo Cordas do Sol, Ceuzany fez uma digressão a diferentes países levando Cabo Verde ao mundo. Contudo, mais tarde, veio a aventurar-se com o seu álbum a solo “Nha Vida”, lançado em 2013. Quatro anos depois, a artista cabo-verdiana voltou a reintegrar o grupo Cordas do Sol.

São estes os artistas premiados na VII edição do CVMA:

Lista completa dos vencedores da VII edição dos CVMA:

Melhor Produtor Musical – Loony Johson

Melhor Ritmo Internacional – Nish Wadada – “Jah Caling”

Melhor Videoclip – Nelson Freitas – Back of Dawn”

Melhor Funaná – Tony Frank – “Enginhero di Conbersu”

Melhor Afrohouse/Afrobeat – Loony Johnson – “Da kel bu toki”

Melhor Hip Hop/RnB  – Hélio Batalha  – “Nkre ser” pelo segundo ano consecutivo

Melhor Música Tradicional – Ceuzany  – “Cabo Verde lá fora”

Prémio Artista Revelação – Assol Garcia

Melhor Kizomba – Nelson Freitas – “Back of Dawn”

Melhor Morna – Téte Alinho – “Mindel de Mãe Auta”

Melhor Intérprete Feminino – Ceuzany

Melhor Intérprete Masculino – Djodje

Melhor em Palco – Djodje

Álbum do Ano – Nelson Freitas – “Four”

Melhor Colaboração – Nelson Freitas – Nha Baby feat Mayra Andrade

Prémio Carreira – Bitori Nha Bibinha

Música Popular do Ano  – Djodje  – “La Ki Nos é Bom ”

Extra-concurso: Sapo Award – Crimilda Medina  – “Raio de Sol”

  1. Alcindo Lopes

    Para mim tu és uma Diva, muito sofisticada, és o melhor… continua pq o melhor dos melhores vem aí…o teu talento só não ultrapassa a tua simpatia….

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.