Seminário “As Forças de Operações Especiais (FOE) em Cabo Verde

5/05/2017 04:57 - Modificado em 5/05/2017 04:57
| Comentários fechados em Seminário “As Forças de Operações Especiais (FOE) em Cabo Verde

Decorre de 04 a 05 de Maio no Auditório do Estado-Maior das Forças Armadas, na cidade da Praia, um seminário intitulado “As Forças de Operações Especiais (FOE) em Cabo Verde”. O seminário reúne militares, Polícia Nacional e Polícia Judiciária. O Capitão Álvaro Flor da Luz assegurou que o principal objectivo desta unidade é estar pronta para responder às missões que lhe forem confiadas, sobretudo na luta contra o terrorismo, combate ao crime organizado e resposta a situações de crise, embora aponte limitações materiais necessárias para atingir a tão almejada capacidade.

 

O Seminário “As Forças de Operações Especiais (FOE) em Cabo Verde”, foi organizado pelo Comando do Pessoal das Forças Armadas com o objectivo de reflectir sobre temáticas relacionadas com as Forças de Operações Especiais e fazer conhecer a sua existência, isto após dois anos de funcionamento.

A cerimónia de abertura teve lugar no auditório das Forças Armadas e foi presidida por S.E. o chefe do Estado-Maior das Forças Armadas, Major-General Anildo Emanuel da Graça Morais, que defendeu que “vivemos num contexto securitário global onde as ameaças assimétricas ganham particular relevância e impõem às instituições de defesa e segurança desafios sem precedentes, com vista a adequar a capacidade de resposta dessas instituições à dimensão da ameaça”.

O Capitão Álvaro Flor assegurou que o principal objectivo desta unidade é estar pronta para responder às missões que lhes forem confiadas e considera ser um momento propício para dar a conhecer a sua existência. O mesmo aponta diferentes valências destas unidades, sobretudo em lutas contra o terrorismo, combate ao crime organizado e resposta a situações de crise, embora aponte limitações materiais necessárias para atingir a tão almejada capacidade.

Após dois anos da criação desta unidade, “torna-se necessário reflectirmos sobre o seu papel e dar a conhecer às entidades Cabo-Verdianas a existência da unidade e as suas capacidades. Um dos objectivos primordiais do Seminário é ainda clarificar o uso e o emprego adequado da UOE, promovendo o debate sobre esta temática que é de extrema importância para o futuro da UOE e envolver todos os Comandos e Serviços para que, juntos, possamos pensar no futuro desta Unidade”.

O Seminário que decorre até esta sexta-feira contou com dois painéis “As FOE na conflitualidade actual” e “As FOE em Cabo Verde”, ambos com três temas cada e os moderadores são o Tenente-coronel António Jorge Silva Rocha e o Tenente-coronel Armindo Alcides Garcia Sá Nogueira Miranda.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.