Prémio jornalismo Manuel Delgado, um desafio aos jovens jornalistas

4/05/2017 05:00 - Modificado em 4/05/2017 05:00
| Comentários fechados em Prémio jornalismo Manuel Delgado, um desafio aos jovens jornalistas

No dia em que se assinala o Dia da Liberdade de Imprensa, a Unitel T+ em parceria com a Associação dos Jornalistas de Cabo Verde, lançou na manhã desta quarta-feira, o prémio jornalismo Manuel Delgado. Uma iniciativa direccionada a jovens jornalistas, estudantes de jornalismo e multimédia. Segundo Aláudio Ramos, um dos objectivos é a promoção do jornalismo e das novas tecnologias. Manuel Delgado foi um dos precursores do jornalismo digital, daí a necessidade de valorizar o valioso contributo que o jornalista deu ao jornalismo cabo-verdiano.

Jovens jornalistas, estudantes de cursos de jornalismo, multimédia terão a oportunidade de participar no concurso através de trabalhos jornalísticos. O prémio jornalismo Manuel Delgado é promovido pela Unitel T+ e a Associação dos Jornalistas de Cabo Verde, AJOC, imaginou-o como forma de um incentivo aos jovens jornalistas.

O prémio foi lançado na sequência da conferência de reflexão do dia Mundial da Liberdade de Imprensa que decorreu no auditório do BAI, na Várzea, cidade da Praia.

Carla Lima, Presidente da AJOC, diz-se honrada com a parceria acreditando tratar-se “de uma grande oportunidade”, uma vez que se reconhece o trabalho dos profissionais da comunicação social.

Para a Presidente, a categoria jovem jornalista é uma causa justa e reconhece o trabalho realizado pela camada mais jovem. “Nas universidades vemos trabalhos muito bem-feitos, criativos”, por isso, considera o prémio como uma forma de incentivar os jovens jornalistas a fazerem cada vez mais e melhor, contribuindo para a qualidade do jornalismo cabo-verdiano.  

Os jovens devem participar com uma Publi reportagem de duração máxima de 4 minutos, podendo ser em grupo ou individual. As candidaturas serão aceites de 03 de Maio a 31 de Julho de 2017 pelas 18 horas. O vencedor deverá receber um prémio no valor de 500 mil escudos.

Para Aláudio Ramos, a aposta da Unitel T+ no prémio jornalismo Manuel Delgado tem como propósito dar oportunidade aos jovens jornalistas e estudantes de apresentarem os seus trabalhos potenciando os trabalhos existentes na comunidade académica e considera que se trata de um desafio aos alunos das áreas de tecnologia e jornalismo para reflectirem sobre o tema: “Como seria a minha vida sem o telemóvel”.

Em relação aos jornalistas consagrados, o objectivo segundo, Aláudio, é “acasalar o jornalismo e as tecnologias de inovação”.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.