General Motors despede 2700 trabalhadores

24/04/2017 21:10 - Modificado em 24/04/2017 21:10
| Comentários fechados em General Motors despede 2700 trabalhadores

A General Motors (GM) despediu cerca de 2700 trabalhadores da sua fábrica na Venezuela.

Os trabalhadores receberam a notícia, esta segunda-feira, sendo informados que uma compensação tinha sido depositada nas suas contas bancárias.

A fábrica encontrava-se em desmantelamento desde 2016, depois de um tribunal venezuelano ter apreendido vários meios de produção, alegando que a empresa não tinha cumprido as promessas contratuais de produzir 10 mil carros por ano, uma decisão que a GM considerou ser «ilegal».

«Todos nós recebemos um pagamento e uma mensagem SMS. Mais nada» disse um trabalhador à agência Reuteurs. «Todos os dirigentes e diretores saíram do país, não há ninguém que possamos contactar.»

Francisco Torrealba, ministro do trabalho já ordenou o regresso da empresa, dizendo ao presidente da GM «para mostrar a sua cara e resolver o assunto», alegando ainda que o governo não expropriou quaisquer meios de produção.

 

abola.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.